Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( )

Paranistas comemoram proximidade com o G-4 durante paralisação

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Uma vitória magra por 1 a 0 sobre o ASA-AL na Vila Capanema, mas suficiente para deixar o Paraná Clube próximo do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro durante a pausa para a disputa da Copa das Confederações. O meia Lúcio Flávio minimizou o placar pouco elástico e lembrou que os pontos conquistados deixam o Tricolor vivo na briga pelo acesso.

“São três pontos que nos coloca mais adiante na tabela”, avaliou o experiente capitão paranista, que destacou a forte marcação imposta pelo adversário, que justifica a falta de oportunidades de gol. “Foi um jogo dificil, no qual eles fizeram uma marcação individual o tempo todo. O gol saiu no momento certo, porque já estávamos cedendo os contra-ataques. Uma grande vitória”, emendou.

Autor do único gol da partida e aniversariante do dia, Paulo Sérgio desencantou com camisa paranista e respondeu em campo às críticas sobre a falta de gols do ataque. “A gente tem que provar a cada jogo. Não estava tendo muita oportunidade. Mas desta vez estava bem posicionado e pude fazer o gol. Agora vamos aproveitar essa folga pra voltar concentrados, temos o foco principal de subir”, afirmou.

Improvisado como volante, Edson Sitta se tornou peça vital no meio-campo e, após aguentar uma marcação forte na busca pelo resultado, agora projeta dias melhores. “A equipe do ASA veio fechada, retrancada, mas nossa equipe teve paciência. O gol não saiu na primeira parte, mas na segunda etapa fizemos uma jogada belíssima de contra-ataque com o Lusinho, que é um grande jogador, e o Paulo foi feliz na conclusão. Agora o importante é entrar no G-4 para não sair mais”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade