Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Paulinho nega mudança de postura e garante ter liberdade para atacar

Goiânia (GO)

Conhecido por sua força ofensiva no Corinthians, Paulinho vem sendo muito criticado por estar aparecendo pouco no campo de ataque pela Seleção Brasileira. Nesta terça-feira, no entanto, o volante negou que esteja muito preso ao esquema de Luiz Felipe Scolari e contou que o técnico lhe dá liberdade para manter a postura que costuma ter no time paulista.

“O Felipão me deu a liberdade de fazer na Seleção o que eu faço no Corinthians. Foi jogando assim que eu cheguei aqui, então não tem motivo para eu mudar”, disse o jogador. “Mas temos que ter a consciência de que às vezes é necessário guardar um pouco a posição. Tudo depende da situação da partida”, completou.

Na atual escalação de Luiz Felipe Scolari, Paulinho forma a dupla de volantes ao lado Luiz Gustavo. Nos últimos dois amistosos, no entanto, foi Hernanes quem se destacou. Na partida contra a Inglaterra, o jogador da Lazio acertou a bola na trave que originou o gol de Fred. Já no último domingo, contra a França, marcou o segundo gol brasileiro, dando mais tranquilidade à equipe.

Titular da posição, Paulinho negou qualquer problema em brigar por uma vaga com o ex-são paulino. “É uma dúvida muito boa para o Felipão. Quem ganha com isso é a Seleção Brasilera. Ele tem grandes opções pra escalar”, afirmou.

O Brasil estreia na Copa das Confederações diante do Japão, no próximo sábado, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Nacional de Brasília. Para o volante, a receita para a vitória é manter a consistência defensiva.

“A importância de não tomar gols é muito grande. Porque se você se defender bem, estará mais próximo da vitória. Então é fundamental pensar assim. A gente sabe que se não tomarmos gol atrás, temos muita qualidade para decidir lá na frente”, finalizou.

Rafael Ribeiro/CBF
Criticado por não atacar, Paulinho disse ter, na Seleção, a mesma liberdade do Coritnhians

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade