Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Platini elogia Pirlo e aposta na Itália: "Não tem nada a perder"

Jerusalém (Israel)

Comandada por Andrea Pirlo, a grande atuação da Itália na estreia na Copa das Confederações diante do México, no Maracanã, segue repercutindo mundo afora. Nesta terça-feira, foi a vez do presidente da Uefa, Michel Platini, se render ao futebol apresentado pelo meia e pela Squadra Azzurra, que, segundo ele, é uma das favoritas ao título do torneio.

“Uma final não é jogada antes. Tudo é possível, e a Itália não tem nada a perder. Por isso é uma das favoritas, está em uma posição tranquila”, afirmou o ex-jogador francês, em entrevista à Gazzetta dello Sport.

Meia habilidoso e criativo, Michel Platini foi um dos melhores jogadores do mundo em sua época. Bicampeão italiano com a Juventus, carregou a França ao título europeu de 1984 e à quarta colocação na Copa do Mundo de 1982 e terceira posição no Mundial de 1986. Hoje, já aos 57 anos e ocupando o maior cargo do futebol europeu, o ex-atleta se rende ao talento de Andrea Pirlo, meia que brilha pela mesma Vecchia Senhora de Platini.

“É um jogador extraordinário, um grande valor para a Juventus e seleção italiana. E é lamentável que as TVs mostrem somente imagens de atacantes e gols”, afirmou.

Essa, aliás, não é a primeira vez que o presidente da Uefa elogia o experiente jogador italiano. Em novembro do ano passado, a cerca de um mês da eleição para o melhor jogador do mundo pela Fifa, Platini colocou o meia da Juventus como o seu favorito para ganhar o prêmio, que foi conquistado, pela quarta vez seguida, pelo argentino Lionel Messi.

No último domingo, em sua centésima partida com a camisa da Azzurra, Pirlo foi o dono do jogo contra o México, no Maracanã. Anotou, de falta, o gol que abriu o placar para a Itália, distribuiu passes precisos e conquistou o torcedor no maior templo do futebol brasileiro. Ele volta a campo nesta quarta-feira, em Recife, para o confronto contra o Japão, às 19 horas (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo A da Copa das Confederações.

AFP
De falta, Andrea Pirlo fez o primeiro gol da vitória da Itália por 2 a 1 sobre o México, no Maracanã

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade