Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Poupado por torcida no Maracanã, espanhol Iniesta releva vaias

Bruno Ceccon e William Correia, enviados especiais Rio de Janeiro (RJ)

Os torcedores que foram ao Maracanã na tarde desta quinta-feira começaram a vaiar a Espanha assim que a bandeira do país apareceu nos modernos telões do estádio. Único exaltado pelo público diante do Taiti, o astro Andrés Iniesta relevou os apupos enfrentados por seus companheiros.

“Tentamos desfrutar do momento, do estádio e do jogo. Nada além disso”, disse o meia do quando questionado sobre as vaias. “Encaramos a partida com muita seriedade, com a mentalidade de que ganhando estaríamos perto da classificação. Vencemos com uma boa vantagem e agora vamos nos preparar para o último encontro”, disse.

Diante da fragilidade do Taiti, representante da Oceania na Copa das Confederações, o técnico Vicente Del Bosque decidiu escalar 10 reservas ao lado do zagueiro Sérgio Ramos. Ao entrar no lugar de Cazorla durante o segundo tempo, Iniesta foi intensamente aplaudido.

Raul Albiol, escalado desde o começo, estranhou as vaias do público durante a partida. “É raro que a torcida os apóie. Queriam que fizessem um gol”, descreveu. “Nos custou para marcar o segundo, mas depois conseguimos fazer os demais. Sabíamos que éramos superiores e conseguimos mostrar isso em campo”, afirmou.

AFP
Iniesta foi o único saudado pela torcida no Maracanã e também o mais tietado pelos jogadores do Taiti
Apesar da fragilidade do Taiti, ele comemorou a chance de atuar como titular. “Jogar é sempre bom para um atleta, principalmente uma partida oficial em um campeonato como esse. Se tivermos a chance de voltar a atuar, vamos estar preparados”, disse o defensor do Real Madrid.

Juan Mata, por sua vez, celebrou o sucesso da dupla de ataque, responsável por sete dos 10 gols da Espanha. “Fico satisfeito por Fernando (Torres) e David (Villa). São eles que têm que fazer os gols. Também estou contente por ter jogado e dado passes. O mais importante é continuar somando a cada jogo.”, disse o meia, autor de um tento.

Em seus primeiros dois compromissos na Copa das Confederações, a Espanha venceu Uruguai e Taiti. Na última rodada da primeira fase, o time comandado pelo técnico Vicente Del Bosque encara a Nigéria no próximo domingo, em jogo marcado para Fortaleza.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade