Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Prestes a enfrentar a Itália, Zaccheroni cobra evolução técnica no Japão

Recife (PE)

Horas antes de enfrentar pela primeira vez na história o seu próprio país, o técnico italiano Alberto Zaccheroni reafirmou a necessidade de a seleção japonesa evoluir tecnicamente para ter condições de vencer a Azzurra, nesta quarta-feira, em Recife.

“Temos que focar na parte técnica, e não física”, disse o treinador, que ainda negou fazer uma marcação individual nos dois principais jogadores italianos, Pirlo e Balotelli. “Nós estaremos atentos, mas não exclusivamente neles. A itália tem outras estrelas, mas a jogada em profundidade entre os dois é difícil de ser controlada. Precisamos nos atentar a isso”, explicou.

Treinador desde 1983, Zaccheroni faz, na seleção japonesa, seu primeiro trabalho fora do futebol italiano. Campeão nacional com o Milan, em 1999, e com passagens por Inter de Milão e Juventus, o comandante japonês admitiu uma sensação diferente em ter que enfrentar o seu próprio país em uma competição oficial.

“Quando eu comecei a minha carreira de treinador, nunca imaginei que eu teria que comandar uma equipe contra a Itália. E, ainda por cima, não será um amistoso, e sim uma competição muito importante”, declarou Zaccheroni, no Japão desde 2010.

“Nós jogaremos contra os vice-campeões europeus, uma seleção com jogadores de muita qualidade. Faremos o nosso melhor”, completou o treinador, que comandará o Japão nesta quarta-feira, às 19 horas (de Brasília), contra a Itália, na Arena Pernambuco, em Recife. O jogo será válido pela segunda rodada do Grupo A da Copa das Confederações.

AFP
O italiano Alberto Zaccheroni vai enfrentar a seleção de seu país, nesta quarta-feira, como treinador do Japão

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade