Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Primeira expulsão do Corinthians no ano oferece nova chance a Igor

São Paulo (SP)

Fábio Santos só vai voltar a disputar uma partida de futebol em julho. O lateral esquerdo do Corinthians se despediu do primeiro semestre com uma atuação péssima, na qual cometeu o pênalti que decidiu a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro e foi expulso pelo árbitro Jaílson Macedo Freitas.

Foi o primeiro cartão vermelho recebido por um jogador do Timão nesta temporada. Tite se orgulha da disciplina de sua equipe, que não teve ninguém colocado para fora nem por Carlos Amarilla. Mas finalmente aconteceu, o que obrigará o treinador a fazer uma alteração na partida de sábado, contra a Portuguesa, no Pacaembu.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro antes da pausa no calendário para a disputa da Copa das Confederações, Igor terá nova chance. O jogador, que completa 21 anos nesta quinta-feira, agradou nas oportunidades em que substituiu o titular e poderá mostrar seu futebol novamente.

O restante da equipe deverá ser o mesmo. A não ser que Tite tire Douglas um jogo após colocá-lo entre os titulares. O meio-campista ganhou a posição de Romarinho com boas atuações, mas não repetiu o desempenho na derrota do Alvinegro na última quarta-feira.

Divulgação/Agência Corinthians
Igor fez seis partidas pelo Corinthians neste ano e deixou uma boa impressão (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Ele foi melhor no primeiro tempo. Depois do intervalo, houve uma marcação mais dura por parte da equipe do Cruzeiro, não conseguimos ficar com a posse de bola. Até passei o recado para que ele buscasse a bola lá perto do Ralf para fazer a articulação, mas o adversário se ajustou, melhorou a marcação”, comentou o técnico.

Romarinho acabou substituindo Douglas, sendo esses dois jogadores os candidatos ao que parece ser a única vaga no Timão para sábado. A escalação será a seguinte: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Igor; Ralf e Guilherme; Emerson, Douglas (Romarinho) e Danilo; Alexandre Pato. Guerrero continua na seleção peruana, e Edenílson está machucado.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade