Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Reina alfineta São Januário e vê disputa de goleiros com “naturalidade"

Rio de Janeiro (RJ)

Terceiro goleiro da seleção espanhola, Pepe Reina não se mostrou preocupado com a disputa dos arqueiros pela titularidade de La Roja. Em entrevista ao jornal As, o jogador disse que vê com “naturalidade” a concorrência entre ele, Casillas e Victor Valdés, e ainda aproveitou para dar uma alfinetada no estádio de São Januário, no qual a Espanha treina para enfrentar o Taiti, nesta quinta-feira, no Maracanã.

“Havia muita gente que não sabia que estávamos treinando no estádio do Vasco da Gama. Por fora, parece uma praça de touros. Com todo respeito, está um pouco degradado, mas tem um misticismo especial”, declarou o goleiro, assim que foi lembrado que foi naquele estádio que um negro atuou pela primeira vez no futebol brasileiro.

Após a convincente vitória por 2 a 1 diante do Uruguai, no último domingo, em Recife, a Espanha encara o Taiti, nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), no Maracanã. Para o duelo desta semana, considerado o mais díspar da competição, o técnico Vicente Del Bosque deve escalar o time reserva.

A meta, no entanto, deverá continuar sendo defendida pelo titular Iker Casillas. Voltando de lesão na mão esquerda, o goleiro do Real Madrid deve ser escalado para ganhar ritmo de jogo. Sobre este assunto, aliás, Reina demonstrou muita maturidade. Disse tratar a concorrência entre os arqueiros espanhóis com naturalidade e afirmou respeitar a decisão que o treinador tomar.

“O mestre tem que tomar uma decisão. Iker (Casillas) não vinha jogando, apenas treinando, mas tem a forma física adequada. Sempre respeito a decisão tomada por Del Bosque”, afirmou Reina, que admitiu não acreditar e um rodízio de goleiros na Copa das Confederações.

“Isso me estranharia. Tenho a esperança de que todos joguem e desfrutem da Copa das Confederações. Mas seria raro”, bradou, antes de reafirmar o desejo de jogar no Maracanã: “Qualquer jogador tem o sonho de jogar em um estádio tão mítico como o Maracanã”.

AFP
Terceiro goleiro da Espanha, Pepe Reina deve amargar a reserva durante toda a Copa das Confederações

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade