Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Reservas do Brasil levam gols de Romário em empate com Ceará Sub-20

Helder Júnior, enviado especial Fortaleza (CE)

Romário foi o destaque do penúltimo treinamento da Seleção Brasileira antes da partida contra o México, em Fortaleza, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa das Confederações. Não se trata do polêmico deputado federal, que o técnico Luiz Felipe Scolari deixou fora da Copa do Mundo de 2002, mas do seu homônimo do Ceará.

Batizado como Romário em homenagem ao melhor jogador da Copa do Mundo de 1994, o atacante pediu à diretoria do Ceará para participar do treinamento que Felipão comandou no Estádio Presidente Vargas. Tratava-se de um coletivo entre os reservas do Brasil e a equipe sub-20 do clube nordestino.

Romário não decepcionou. Enquanto os suplentes do Brasil correram em ritmo de treino – Felipão até parou algumas vezes a atividade, para corrigir posicionamento –, o atacante marcou os dois gols do Ceará no jogo e saiu de campo sorridente. Por sua vez, a Seleção chegou à meta em cobrança de falta e em lance pelo alto.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Hernanes foi um dos reservas que esteve em ação pela Seleção Brasileira contra os novatos do Ceará
O empate por 2 a 2 animou bastante os novatos do Ceará, que tietaram os jogadores do Brasil após a movimentação. Um deles saiu do estádio orgulhoso, cumprimentando efusivamente quem via pela frente. “Levaram uma sacolada?”, perguntou-lhe um funcionário que trabalhava no Presidente Vargas. “Que nada! Empatamos!”, ele respondeu.

Os jogadores do Ceará não foram os únicos que assediaram a Seleção Brasileira no gramado (cerca de 5.000 torcedores locais receberam autorização para ocupar a arquibancada do Presidente Vargas apenas no final do treinamento). O ex-atacante Jardel também esteve lá para abraçar os atletas.

Natural de Fortaleza e revelado pelo Ferroviário, Jardel deu um abraço apertado em Felipão, sob o comando de quem se destacou no Grêmio. Ele ainda brincou com alguns jogadores antes de se recolher à beira do campo, onde estavam os titulares do Brasil, e assistir à grande atuação de Romário.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Jardel apareceu no treinamento e conversou com Felipão, seu treinador nos tempos de Grêmio
Para enfrentar o Ceará Sub-20, Felipão utilizou os seus dois goleiros suplentes, Júlio César e Jefferson, e a seguinte formação: Jean; Réver, Dante e Filipe Luís; Fernando, Hernanes, Lucas, Jadson e Bernard; Jô.

Também houve – pouco – trabalho para os titulares. A maioria participou de um rápido treinamento técnico, enquanto o zagueiro Thiago Silva e o atacante Hulk aprimoraram a forma física com corridas ao redor do gramado do Presidente Vargas.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade