Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Suárez admite favoritismo espanhol, mas vê seleções "iguais"

Recife (PE)

Se depender apenas do polêmico atacante Luis Suárez, a seleção do Uruguai fará de tudo para ser campeã da Copa das Confederações. Na primeira entrevista coletiva no Brasil, o jogador do Liverpool exaltou a competição, fortalecida pelo próprio futebol brasileiro.

“É o único torneio internacional que o Uruguai ainda não tem, então seria muito bom conquistá-lo. O Campeonato Brasileiro é conhecido mundialmente e tem grandes times. Tenho alguns companheiros jogando aqui. O país tem um futebol muito vistoso, parecido com o europeu”, analisou.

AFP
Suárez durante treino físico em academia no Recife: atacante comprometido na Copa das Confederações (foto: Daniel Garcia)
Conhecido pelas polêmicas – mão na bola para evitar gol durante Copa do Mundo, simulação escandalosa de pênalti e mordida em adversário são só algumas delas –, Suárez afirmou que está totalmente focado em ajudar a equipe nacional a ser campeã.

“Vim ao Brasil totalmente focado no Uruguai. Quero colaborar com os meus companheiros e fazer uma boa Copa das Confederações”, garantiu, antes de admitir o favoritismo da Espanha. “É a atual campeã mundial e europeia, mas sabemos que, aqui, todas são iguais”, alertou.

E os comandados do técnico Óscar Tabárez estrearão justamento diante dos espanhóis, neste domingo, às 19 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco. A seleção uruguaia ainda não treinou com bola desde que desembarcou, já que as fortes chuvas deixaram o Arruda sem condições de jogo.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade