Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Técnico desconhece "leões" do Taiti e promete "tigre" Nigéria

Tossiro Neto, enviado especial Belo Horizonte (MG)

A 138ª posição no ranking da Fifa não é em vão. Pouca gente conhece o futebol da seleção taitiana, representante da Oceania na Copa das Confederações. Mesmo o técnico da Nigéria, que teria obrigação de analisá-la, admitiu desconhecimento neste domingo, a um dia do duelo entre as duas equipes.

"Na realidade, não sei muito", falou Stephen Keshi, ao ser informado que o atacante Marama Vahirua, único não amador dentre os taitianos, prometeu lutar como um leão no Mineirão.

"É bom que lutem como leões, porque também vamos lutar como tigres", brincou. "O único problema é que, com isso, o gramado vai sofrer um pouco", continuou, fazendo o goleiro Vincent Enyeama, à sua direita, rir da piada.

AFP
Stephen Keshi demonstrou bom humor na entrevista
A promessa de Marama não foi marrenta. Ao contrário. O jogador de 33 anos, cuja carreira toda foi construída no futebol francês - do qual saiu emprestado recentemente para o Panthrakikos, da Grécia -, tratou o adversário de forma bastante respeitosa, ciente da dificuldade que será enfrentá-lo nesta segunda-feira.

"São muito rápidos, fortes. O futebol deles evoluiu muito. Não é aquele que víamos há alguns anos, apenas físico. Hoje os africanos estão muito preparados. Muitos jogam na Europa. Eu os respeito muito, pois também são humildes e trabalham duro. Gostei de jogar com alguns e contra alguns. Será uma guerra", comentou.

Taiti e Nigéria vão se enfrentar às 16 horas (de Brasília) desta segunda, no fechamento da primeira rodada de jogos do torneio intercontinental. Neste domingo, também pelo Grupo B, a Espanha confirmou seu favoritismo e derrotou o Uruguai por 2 a 1.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade