Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Recopa Sul-americana - ( - Atualizado )

Tite faz testes, mas Pato passa todo o coletivo entre os reservas

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Antecipado para que os atletas pudessem acompanhar a partida da Seleção Brasileira contra o Uruguai, o treino do Corinthians na tarde desta quarta-feira começou a mostrar a equipe que enfrentará o São Paulo na próxima semana. Tite comandou um coletivo em campo reduzido e fez alguns testes, mas não colocou Alexandre Pato entre os titulares em nenhum momento.

A formação titular, que vestia coletes laranja no molhado gramado do CT do Parque Ecológico, foi montada no 4-2-3-1, com os seguintes jogadores: Cássio; Edenílson, Chicão, Gil e Fábio Santos; Ralf e Guilherme; Romarinho, Danilo e Emerson; Paolo Guerrero.

Tite passou a atividade bem à sua maneira, cobrando intensidade, narrando praticamente todos os lances e observando uma ótima participação de Danilo. No intervalo, promoveu mudanças em todos os setores, mantendo seu esquema preferido até o término do treinamento.

Com Pato de colete amarelo, o time de laranja passou a ter esta disposição: Cássio; Edenílson, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf e Ibson; Romarinho, Danilo e Renato Augusto; Guerrero. Danilo Fernandes ainda entrou no gol, para Cássio fazer trabalhos específicos com o preparador Mauri Costa Lima, e Romarinho trocou de lado com Renato Augusto.

Divulgação/Agência Corinthians
Alexandre Pato ficou de colete amarelo durante todo o treinamento (foto: Daniel Augusto Jr.)
O time que vem treinando ainda pode ser reforçado por Paulo André, que se recupera de lesão na coxa esquerda e se esforça para atuar ao lado de Gil na próxima semana, no Morumbi. Já Alessandro, com um problema na mesma região, está descartado para a primeira partida decisiva da Recopa Sul-americana.

Condição de Paulo André à parte, é possível apontar duas grandes dúvidas na cabeça de Tite. Uma delas é a possibilidade de usar Renato Augusto, o que custaria uma vaga a Romarinho ou a Emerson. A outra envolve Ibson, que agrada ao treinador e tem chance de ganhar a vaga que era de Paulinho.

Quando já estava no time titular, o ex-flamenguista levou uma entrada de Maldonado e recebeu atendimento médico no gramado, cheio de dores no tornozelo esquerdo. Tite não lhe deu muita bola e, após alguns segundos, ordenou: “Vamos, garoto! Para ganhar, custa caro!”.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade