Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Judô/Grand Prix de Miami - ( - Atualizado )

Após um ano, Hugo Pessanha volta a competir pela Seleção Brasileira

São Paulo (SP)

O treinamento específico para atletas das categorias pesado e meio pesado, que durou cinco dias, teve fim nesta sexta-feira, em São Paulo, e contou com dois atletas que estão prestes a voltar à Seleção Brasileira. Hugo Pessanha (100 kg) e Daniel Hernandes (+100 kg) embarcarão junto com outros 16 judocas para os Estados Unidos no dia 12 de junho, onde disputarão o Grand Prix de Miami, nos dias 15 e 16.

Afastado por conta de um lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, Hugo Pessanha passou por um longo de período de recuperação e voltará a representar o País após exatamente um ano. Seu último torneio com a Seleção foi em junho de 2012, quando ganhou a medalha de prata no Grand Slam do Rio de Janeiro.

“O Grand Prix de Miami vai significar, para mim, uma verdadeira estreia no peso novo depois de um ano parado. Durante a minha recuperação da cirurgia, tive a sorte de contar com a ajuda dos meus companheiros de clube Bruno Altoé e Luciano Correa. Eles me proporcionaram bons treinos tanto no Minas quanto aqui com a seleção. Mas, como diz o jargão do futebol, treino é treino e jogo é jogo. Eu estou me sentindo muito bem, preparado e espero fazer uma boa apresentação nesse retorno”, comentou Hugo.

Marcio Rodrigues/mpix
Hugo Pessanha (à esq) foi vice-campeão do último torneio que disputou

Situação parecida com a de Hugo é a de Daniel Hernandes. Também afastado há muito tempo, o brasileiro vê outros atletas nacionais, de sua mesma categoria, em ótima fase atualmente, o que dificulta a aproximação no ranking.

“Minha última competição foi o Grand Slam do Rio no ano passado. Depois de praticamente um ano parado, aproveitei essa semana em que pude treinar com os melhores brasileiros do peso pesado para melhorar e partir em busca de um bom resultado em Miami. Para mim é ruim ter caras do nível deles na categoria porque vai ser mais difícil encostar neles no ranking mundial. Mas, por outro lado, fico feliz porque para o judô brasileiro isso é ótimo. A longo prazo essa competição interna vai fazer todos da categoria evoluir”, declarou o atleta.

A equipe brasileira no Grand Prix de Miami será formada por Nathália Brígida (48kg), Raquel Silva (52kg), Flávia Gomes (57kg), Mariana Silva (63kg), Mariana Barros (63kg) e Bárbara Timo (70kg), no feminino. Já no masculino estão Eric Takabatake (60kg), Breno Alves (60kg), Luiz Revite (66kg), Leandro Cunha (66kg), Mauro Moura(81kg), Alex Pombo (73kg), Felipe Costa (81kg), Eduardo Santos (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Hugo Pessanha (100kg), Daniel Hernandes (+100kg) e Walter Santos (+100kg).

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade