Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ao lado de diretores, Juvenal vê jogo-treino de reservas no CT

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Pivô de confusão em churrasco realizado no domingo, na sede social do São Paulo, Juvenal Juvêncio esteve na tarde desta segunda-feira no CT da Barra Funda. Diferentemente de outros dias em que preferiu se reservar em sua sala, o presidente se sentou na arquibancada do campo principal e viu um jogo-treino dos reservas.

O mandatário teve companhia ao longo dos dois tempos de 30 minutos cada. As principais foram Roberto Natel (vice-presidente social e de esportes amadores), Osvaldo Vieira de Abreu (diretor financeiro) e José Moreira (diretor social), além de Marcelo Lima (coordenador técnico da base) e Sérgio Baresi (técnico da equipe sub-20).

Fernando Dantas/Gazeta Press
Adalberto só esteve com o resto da cúpula por alguns minutos, entre os dois tempos da partida
Já Adalberto Baptista, um dos principais alvos de crítica da torcida, ficou ao lado da comissão técnica de Paulo Autuori. O único momento em que o diretor de futebol se juntou à cúpula foi no intervalo, quando subiu para a arquibancada com Milton Cruz (coordenador técnico do profissional) e testemunhou de perto algumas gargalhadas de Juvenal e dos demais dirigentes. Antes do reinício do jogo, porém, voltou para o campo.

No domingo, dia seguinte à derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, Juvenal participou de churrasco no Morumbi e se exaltou contra membros da oposição. No encontro pouco amigável, membros da principal torcida organizada do clube tomaram partido contra aqueles que defendiam a candidatura do oposicionista Marco Aurélio Cunha, ex-superintendente do clube.

Um dia depois, reservado no espaço ao qual apenas pessoas autorizadas têm acesso, o presidente viu o zagueiro Lucão e o atacante Silvinho marcarem os gols da vitória desta segunda-feira por 2 a 0 sobre o Audax, time que disputará a primeira divisão estadual no ano que vem. Os atletas que jogaram no sábado ficaram no Reffis.

O São Paulo vem de sete derrotas consecutivas e não vence há dez jogos. Seu próximo jogo será às 21 horas (de Brasília) desta quarta-feira, frente ao Internacional, no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade