Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Após atuação decisiva, Kleina já projeta Alan Kardec como titular

São Paulo (SP)

A programação era de que Alan Kardec não atuasse mais do que 30 minutos diante do Figueirense, mas o atacante entrou no intervalo em sua estreia no Palmeiras e mudou a postura do time, que dominou o segundo tempo e venceu de virada por 3 a 2. A atuação já faz Gilson Kleina cogitar o centroavante como titular no sábado, contra o Guaratinguetá.

“Mesmo com o Charles, o time não estava mal, mas tomamos o gol e tínhamos que correr atrás. E o time cresceu muito com ele, é inegável”, citou o treinador, que sacou o volante para colocar o centroavante e retomar o 4-3-3 com o qual iniciou a caminhada na Série B do Brasileiro.

Kleber era a referência na frente quando o torneio começou, mas mostrou fragilidades física e técnica e a diretoria conseguiu o empréstimo de Alan Kardec com o Benfica até 30 de junho. E a esperança do treinador é de que, com ele, a tática imaginada para a competição se concretize com mais eficiência.

Kleina, contudo, promete não antecipar as etapas com o camisa 14, que começou a treinar há 20 dias após passar um mês inativo, de férias. “Respeito a individualidade dos atletas. O Alan falou que estava disposição para um tempo, e a cada semana de treino ganha condição, não podemos atropelar”, indicou.

“Monitoramos o Valdivia e outros jogadores importantes, como o Alan, que vem de um tempo de inatividade. Sabemos da importância dele, como mostrou contra o Figueirense. Vamos ver como responde”, projetou, feliz, porém, por ver que o recém-contratado foi decisivo até no lance que garantiu a vitória cabeceando na trave a bola que Valdivia completou nas redes no rebote.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Atacante atuou mais do que o previsto na estreia, participou do lance do gol da vitória e já conquistou Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade