Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Após três anos, Flamengo e Botafogo duelam no Maracanã

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Longe do Maracanã desde 2010, quando o estádio foi fechado para obras, Flamengo e Botafogo reencontram o palco sagrado do futebol carioca neste domingo, quando se enfrentam às 18h30 (de Brasília) em duelo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. E quem comparecer ao local terá a certeza de muito empenho das duas partes, pois ganhar é muito importante para ambos.

O Rubro-Negro, que busca reagir após a derrota de 1 a 0 para o Internacional, aparece com nove pontos e vem flertando perigosamente com a zona de rebaixamento. Já o Glorioso, que no fim de semana passado derrotou o Náutico por 2 a 0, tem 13 pontos e, vencendo, pode recuperar a liderança.

O reencontro com o Maracanã é algo que vem mexendo com as duas equipes. Os jogadores do Botafogo sabem que a ansiedade é um dos fatores a ser controlado na busca pelo resultado positivo.

“Sabemos que a ansiedade pela volta ao Maracanã é muito grande para a torcida do Botafogo e todo jogador sonha em atuar neste estádio. Posso dizer que tem sido muito legal toda essa expectativa. Porém, estamos cientes de que não podemos perder o controle da situação. É preciso ter equilíbrio para conseguirmos um grande resultado contra o Flamengo”, disse o atacante Rafael Marques.

Os flamenguistas também estão muito ansiosos, ainda mais pelo fato de a venda antecipada ter sido bem proveitosa e o Maracanã viver a expectativa de um grande público. Os atletas rubro-negros planejam o reencontro com os torcedores.

“O apoio da torcida do Flamengo é algo que sempre fez muito bem ao clube, e ter esse retorno ao Maracanã será muito importante. Tenho convicção de que as coisas vão começar a melhorar ainda mais com essa proximidade do nosso torcedor. A torcida do Flamengo é diferente, já fez história várias vezes no Maracanã e estamos muito animados com esse reencontro”, disse o goleiro Felipe.

Outro fator que as duas equipes estão trabalhando é a procura da melhor forma de neutralizar os pontos fortes do adversário.

“O Flamengo cresceu muito em termos de jogo coletivo nas últimas rodadas e isso vai ser um fator que vamos precisar superar para conseguirmos um bom resultado. Menos mal que a nossa equipe está jogando junta há muito tempo. Tenho convicção de que se fizermos bem feito aquilo que nos foi pedido pelo Oswaldo de Oliveira, corrigindo inclusive os erros cometidos diante do Figueirense, podemos ganhar”, disse o goleiro Jéfferson, se referindo à derrota de 1 a 0 para o time catarinense na quarta-feira, que só não custou a eliminação na Copa do Brasil porque o Alvinegro saiu vitorioso nas cobranças de pênaltis.

Arte GE.Net
Já no Flamengo uma das preocupações é o meia holandês Clarence Seedorf, principal destaque do Botafogo. Os flamenguistas, porém, parecem descartar uma marcação especial no apoiador.

“O Botafogo tem vários jogadores de qualidade e que podem desequilibrar o confronto. A campanha deles mostra isso e precisamos estar atentos. Não podemos ficar pensando apenas no Seedorf, por mais qualidade que ele possa ter. O nosso jogo é contra o Botafogo, que tem várias opções para tentar ganhar o confronto”, disse o volante Elias.

Em termos de escalação o Flamengo tem novidades. O volante paraguaio Víctor Cáceres e o meia Gabriel, recuperados de lesão na coxa direita, voltaram a ficar à disposição e vão retornar ao time nas vagas de Diego Silva e Bruninho, respectivamente.

Pelo lado do Botafogo, Oswaldo de Oliveira não quis antecipar seus planos, já que teve pouco tempo para trabalhar para o clássico. Mas a tendência é que ele repita a base que enfrentou o Figueirense.

Botafogo e Flamengo se enfrentaram duas vezes esse ano, ambas pela Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Na fase de classificação o Rubro-Negro ganhou por 1 a 0, gol de Hernane, na única derrota do Alvinegro em solo carioca nesta temporada. Mas nas semifinais os botafoguenses deram o troco fazendo 2 a 0, com Julio Cesar e Vitinho.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de julho de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Cortez (RJ)
Assistentes: Rodrigo Joia (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Marcos González e João Paulo; Víctor Cáceres, Elias e Gabriel; Carlos Eduardo, Paulinho e Marcelo Moreno
Técnico: Mano Menezes

BOTAFOGO: Jefferson, Gilberto, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf, Lodeiro e Vitinho; Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade