Futebol/Recopa Sul-americana - ( - Atualizado )

Atleta do Tottenham, Paulinho é o mais celebrado na festa do título

Marcos Guedes, Helder Júnior e Tossiro Neto São Paulo (SP)

Na noite em que o Corinthians conquistou a Recopa Sul-americana, nenhum jogador teve o nome tão gritado quanto Paulinho. Ele já é atleta do Tottenham, mas foi celebrado pela Fiel no Estádio do Pacaembu antes, durante e após a vitória sobre o São Paulo na decisão.

Nos momentos anteriores ao Majestoso, o volante deu uma volta pelo gramado e recebeu aplausos. Quando Danilo fez 2 a 0 e definiu a conquista, ele se levantou nas numeradas para ir aos vestiários e recebeu mais uma vez o carinho dos torcedores alvinegros.

“Se eu tivesse oportunidade, teria entrado em campo. Acho que tenho um pouquinho de parcela nesse título, ajudei na Libertadores. Hoje, foi mérito dos meus ex-companheiros. Foi mais do que merecido por tudo o que fizeram nesses dois jogos”, afirmou o atleta, que teve o nome entoado mais uma vez no momento da premiação.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Paulinho não jogou a Recopa Sul-americana, mas se sentiu parte da conquista e ergueu o troféu
Agora, Paulinho vai em busca novos objetivos. Multicampeão pelo Corinthians, o meio-campista espera manter a sequência vitoriosa no Tottenham e, especialmente, na Seleção Brasileira. Ele ficará mais dez dias na cidade de São Paulo até o embarque para Londres.

Enquanto não parte, ele pode curtir o carinho da Fiel. No Pacaembu, além de ouvir seu nome, o ex-camisa 8 do Timão escutou um apelo que certamente será repetido nas ruas até o final do mês: “Volta, Paulinho”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade