Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cabisbaixo, Rogério Ceni tenta encontrar saída para “momento ruim”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Assim que a partida terminou no estádio do Morumbi, neste sábado, o goleiro Rogério Ceni caminhou até o centro do campo, trocou camisa com o cruzeirense Dedé e voltou lentamente até a entrada dos vestiários. Neste pouco tempo de reflexão, o capitão tricolor não conseguiu encontrar explicações para a crise do Tricolor, agravada pela derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro.

“Não sei (o motivo da má fase), o momento está ruim, difícil e só com vitória podemos sair disso”, afirmou o goleiro, cabisbaixo, enquanto tentava passar pelos jornalistas para descer as escadas.

Diante da série de dez jogos sem triunfos do Tricolor (são oito derrotas e dois empates), o experiente goleiro deu uma solução simples para o time tentar se reerguer na temporada. “Temos de ganhar jogo”, avisou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Rogério Ceni explica que só as vitórias podem tirar o São Paulo da má fase no Brasileirão
O problema do São Paulo está justamente na dificuldade de triunfar. A última vez em que o Tricolor saiu de campo vitorioso foi no dia 29 de maio, quando derrotou o Vasco no Morumbi.

Mas, de lá para cá, a crise se instalou no clube que até há pouco tempo era apontado como modelo de organização. Neste período sem vitórias, o técnico Ney Franco foi demitido, Paulo Autuori chegou e a diretoria acumulou falhas, sobrando críticas de Adalberto Baptista até a Rogério Ceni.

Em meio a este cenário turbulento, o São Paulo terá pouco tempo para pensar, pois enfrenta o Internacional na quarta-feira, novamente no Morumbi, em partida antecipada por conta da participação do Tricolor em torneios internacionais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade