Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Carpegiani lamenta empate: “Faltou mobilidade”

Campinas (SP)

Em busca de sua primeira vitória como mandante nesta edição do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta desperdiçou oportunidade contra o Bahia, neste sábado, e acabou empatando por 0 a 0, no Moisés Lucarelli. Insatisfeito com o resultado, o treinador da equipe alvinegra, Paulo César Carpegiani, criticou a movimentação de seus comandados dentro de campo.

“Foi um jogo bastante truncado. A equipe do Bahia é veloz e muito perigosa. Nós tivemos uma marcação muito forte, mas encontramos dificuldades para jogar. O domínio do jogo sempre foi nosso, mas faltou maior mobilidade no meio-campo. Tivemos oportunidades de fazer o gol e, infelizmente, ele não saiu”, disse.

No embate deste final de semana, a Ponte Preta teve em duas cobranças de pênalti de William suas melhores chances de balançar as redes adversárias. Entretanto, o centroavante desperdiçou as duas oportunidades, chutando para defesa do goleiro Marcelo Lomba. Com isto, manteve jejum de vitória em casa. Ao todo, são três derrotas e um empate no Moisés Lucarelli.

A Ponte Preta ocupa a 15ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com sete pontos. O time campineiro volta a entrar em campo no próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), quando mede forças com Atlético-MG, no Independência. O clube mineiro, entretanto, tenta adiar o jogo por causa das finais da Copa Libertadores da América.

“Na condição que nós estamos, atrasarmos um jogo é ficar lá atrás vai nos deixar em uma situação incômoda. Entendemos a posição do Atlético, mas eu não gostaria de atrasar esse duelo, até porque isso não foi pedido dentro do prazo correto”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade