Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Churrasco no Morumbi termina em confusão entre situação e oposição

São Paulo (SP)

O churrasco de confraternização entre os associados do São Paulo, no Morumbi, gerou mais um episódio polêmico no conturbado momento político do clube. O evento teve o encontro pouco amigável entre membros da situação e da oposição, que, depois de um início pacífico, trocaram ofensas.

Uma pessoa que se diz sócia do clube enviou ao site Comunique-seuma carta para ser divulgada à imprensa. O torcedor explicou que não poderia se identificar por medo de ameaças, mas relatou as presenças de integrantes da torcida Independente na sede social.

Reprodução
A gestão de Juvenal Juvêncio divide a torcida entre críticas e elogios
Segundo o comunicado do associado, o encontro teria resultado até em agressões, na tentativa de integrantes da situação de evitar manifestações a favor de Marco Aurélio Cunha, que é o principal nome da oposição para as eleições de abril de 2014. A assessoria do clube, por sua vez, alega que houve apenas divergências entre poucos presentes e explica que há associados que são integrantes de uniformizadas.

Segundo a informação oficial do clube, nenhum membro de organizada foi convidado pela diretoria. Os adeptos da candidatura do ex-superintendente de futebol vestiram camisa preta para mostrarem o descontentamento com o atual momento do clube.

O racha nas arquibancadas ficou claro também no sábado, quando o Tricolor perdeu por 3 a 0 para o Cruzeiro, no Morumbi. Os torcedores comuns fizeram protesto contra o presidente, mas as organizadas abafaram a manifestação contra a diretoria e direcionaram os xingamentos ao elenco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade