Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Com dois de Ricardo Bueno, Figueirense vira sobre o Atlético-GO fora

Goiânia (GO)

Após ver o bom início na Série B do Campeonato Brasileiro ser interrompido por uma sequência de derrotas, o Figueirense vai retomando a boa fase na competição. Nesta sexta-feira, a equipe bateu o Atlético-GO de virada fora de casa por 3 a 2.

O Dragão saiu na frente com João Paulo batendo de primeira na área aos 29 minutos do primeiro tempo, mas o Figueira igualou três minutos depois com gol de cobertura de Ricardo Bueno.

O segundo tempo não teve maiores emoções até o final se aproximar. Aos 36 minutos, Botti, que entrou na etapa final, aproveitou uma falha de Márcio para completar a virada. Aos 40, Ricardo Bueno fez o seu segundo gol no jogo completando sem goleiro um passe de Jean Carlos. Ricardo Jesus ainda diminui de pênalti aos 48 minutos.

Assim, o clube catarinense soma a segunda vitória consecutiva e se mantém entre os quatro primeiros colocados com 16 pontos conquistados. O Dragão, por outro lado, fica na décima colocação com dez pontos.

Arte GE.Net
O jogo - Apesar de atuar como visitante, o Figueirense tomou a iniciativa da partida. Logo aos cinco minutos, Wellington Saci arriscou de longe, mas Márcio conseguiu fazer a defesa apesar da curva na bola.

No minuto seguinte, Rafael Costa recebeu na área e bateu de primeira, fazendo a bola passar à esquerda do gol atleticano. Aos 12 minutos, foi a vez de André Rocha assustar em cobrança direta de falta que passou pouco acima do gol.

O Atlético-GO, porém, foi melhorando aos poucos e finalizou pela primeira vez aos 24 minutos, mas o chute de Thiego não complicou a defesa de Tiago Volpe. O goleiro, entretanto, não conseguiu evitar o gol cinco minutos depois: Mahatma Gandhi recebeu de Juninho pela esquerda e cruzou para João Paulo bater no canto direito do goleiro do Figueirense.

No entanto, a vantagem do Dragão durou pouco. Quatro minutos após a abertura do placar, Ricardo Bueno recebeu bom passe em profundidade de Tinga pela direita da área e tocou por cobertura para marcar um belo gol. Depois do empate, o jogo diminuiu de intensidade até o intervalo.

A etapa final começou com João Paulo ameaçando pela segunda vez na partida. O meia bateu de primeira com a perna canhota na área, mas, dessa vez, Tiago Volpi realizou boa defesa para impedir o segundo tento do atleticano.

O segundo tempo não teve tantas oportunidades quanto os primeiros por conta de erros dos dois times na hora do último passe antes da finalização. Só aos 30 minutos o Dragão teve outra tentativa relevante, mas o chute de Ricardo Jesus após corta-luz de João Paulo saiu com desvio da marcação.

Uma alteração, porém, mudou o rumo da partida. Botti entrou no lugar de Rodrigo no Figueirense e, aos 36 minutos, aproveitou uma falha de Márcio ao tentar cortar cruzamento de Dener e completou para o gol.

O Figueira ainda fez mais um tento para garantir a vitória. Aos 40 minutos, Jean Carlos invadiu a área pela direita e tocou para Ricardo Bueno. Livre na pequena área e já sem goleiro, o centroavante apenas tocou para marcar seu segundo gol. Nos acréscimos, Ricardo Jesus converteu pênalti por falta de Tiago Volpi sofrida por ele mesmo, mas não houve tempo para uma reação maior do Atlético-GO.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade