Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Com times em ascensão e novo tabu, Ba-Vi volta à Série A após 9 anos

Salvador (BA)

Um dos maiores clássicos do futebol brasileiro será disputado pela primeira vez na Série A do Brasileiro desde 2004. Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, Bahia e Vitória se enfrentam pela oitava rodada do torneio e embalados pelos bons resultados recentes.

A rivalidade entre os dois times vive um momento ainda mais especial especial, por conta de um retrospecto positivo conquistado recentemente pelo Vitória. Em 2013, a equipe goleou o Bahia duas vezes (por 5 a 1 e 7 a 3), venceu outra (2 a 1) e empatou o quarto jogo (1 a 1). No Brasileiro, o time tem 13 pontos, está entre os primeiros colocados e conta com Maxi Biancucchi, artilheiro da competição com seis gols. Mas, ainda que tenha todos esses fatores favoráveis, o goleiro Wilson pediu cautela a seus companheiros.

“Será mais uma partida complicada. Há nove anos não temos Ba-Vi na Série A e isso é uma motivação a mais para o torcedor que, com certeza, fará uma grande festa. Clássico é sempre imprevisível, mas estamos muito bem preparados para enfrentar mais esse desafio”, afirmou.

Outra boa notícia é que a única dúvida do técnico Caio Júnior é o meia Escudero, que, com problemas físicos, pode dar lugar a Camacho. O centroavante André Lima, contratado recentemente, não deve ficar à disposição do treinador.

O Bahia, por sua vez, quer apagar o retrospecto negativo deste ano contra o arquirrival. A equipe tem apenas um ponto a menos do que o Vitória e também ocupa a parte de cima da tabela. E se a ansiedade é grande para a torcida tricolor, é maior ainda para o volante Feijão, de apenas 19 anos, que disputará o primeiro Ba-Vi da carreira. O meio-campista se disse confiante e pediu que seus colegas tenham atenção com todo o time do Vitória.

“O clima é outro, outro campeonato, outra história. Esperamos vencer desta vez. Acho que não vamos usar marcação individual. Se marcarmos o Maxi individualmente, sobra o Renato Cajá, o Escudero. Não adianta muito essa marcação especial”, afirmou.

O técnico Cristóvão Borges não poderá contar com Marquinhos, Diones e Fahel, todos suspensos. Os substitutos devem ser Feijão, Hélder e Wallyson, o que deixará o Bahia com três atacantes.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X BAHIA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21 de julho de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira e Adson Marcio Lopes Leal (BA)

VITÓRIA: Gustavo; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Edson Magal, Cáceres, Escudero (Camacho) e Renato Cajá; Maxi Biancucchi e Rômulo
Técnico: Caio Júnior

BAHIA: Marcelo Lomba, Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Rafael Miranda e Hélder; Talisca, Wallyson e Fernandão
Técnico: Cristóvão Borges

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade