Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cruzeirenses comemoram triunfo no Morumbi com desabafo de Luan

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro aproveitou bem a fase ruim do São Paulo, e sem perdão impôs um 3 a 0 para o Tricolor dentro do Morumbi, com direito a gritos de "olé" da torcida da equipe paulista, que vaiou muito o time nos minutos finais. O resultado coloca fim a um jejum que durava desde 2004 sem vitória da Raposa. Após a partida, o zagueiro Bruno Rodrigo afirmou que a marcação celeste foi o triunfo da equipe para conquistar os três pontos.

“A equipe toda está fazendo um grande trabalho. Tem tido entrega de todos os jogadores, do Fábio até o centroavante, e quem tem a ganhar com isso é o grupo. Uma vitória fora de casa é muito importante. O professor Marcelo (Oliveira) vinha pedindo isso para a gente, e graças a Deus a gente conseguiu. Nós tivemos uma proposta de marcar bem o adversário, e a entrega ajudou para aparecer os espaços nos contra-ataques”, declarou.

O grande destaque do jogo foi o atacante Luan, autor dos três gols da partida, fato inédito na carreira do jogador, que não conseguiu esconder a alegria com o feito. “Primeira fez que faço três gols em um jogo só, estou super feliz. Não vejo a hora de chegar em casa para comemorar junto com a família. Trabalho firme e forte para chegar no jogo e conseguir o objetivo. Foi perfeita a noite, e dedico essa vitória para toda a equipe do Cruzeiro”, afirmou.

Questionado se a atuação deste sábado pode ser encarada como uma espécie de resposta para os críticos, que não pouparam o atleta nos tempos de Palmeiras, Luan não titubeou ao afirmar que é, sim, uma resposta. “Pode, sim. Que peguem essa resposta aí. Enquanto eu tiver potencial físico, tiver a graça de Deus para continuar a trabalhar vou buscar isso aí até o final”, disse o jogador, que foi rebaixado com o Palmeiras na última temporada.

Agora, o atacante promete 'torcer' para o São Paulo: "Eu sei quanto é difícil (rebaixamento). Já passei por isso e estou torcendo para que o São Paulo saia dessa situação", finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade