Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

David Luiz faz discurso patriota após salvar gol e ser reconhecido

Helder Júnior, enviado especial Rio de Janeiro (SP)

O zagueiro David Luiz foi tão festejado quanto os autores (Fred e Neymar) dos gols da Seleção Brasileira sobre a Espanha na final da Copa das Confederações. No final do primeiro tempo, ele deu um carrinho para evitar que o atacante Pedro empatasse a partida e acabou ovacionado por quem estava no Maracanã.

“Ouvir a torcida gritar o meu nome foi uma das melhores coisas que já me aconteceram. Construí a minha vida no exterior, mas nunca vou deixar de ser brasileiro e patriota. Amo o meu País. Sempre vou jogar pelo meu povo”, bradou.

David Luiz sabe que o reconhecimento do público não foi à toa. Pedro já estava pronto para comemorar quando as pernas do defensor apareceram para interceptar a bola, que tinha destino certo.

“Aquele gol nos complicaria muito. A Espanha é uma equipe madura e poderia mudar o panorama do jogo. Mas fico feliz porque o Brasil soube se impor na partida”, disse, satisfeito com o rendimento defensivo da equipe, criticada nesse quesito na semifinal contra o Uruguai. “Sempre é bom não tomar gol, mas fico mais alegre ainda com o resultado.”

Djalma Vassão/Gazeta Press
David Luiz foi reverenciado pela torcida antes mesmo de erguer a taça da Copa das Confederações
Agora com um título de Copa das Confederações pela Seleção Brasileira no currículo, David Luiz já sabe como se firmar de vez como um ídolo no País que diz amar. O zagueiro do Chelsea quer seguir em ascensão até a Copa do Mundo de 2014.

“A Copa das Confederações foi uma grande oportunidade para representar a minha nação. Vou continuar procurando fazer o meu melhor daqui em diante. A gente sabe que a Seleção ainda precisa crescer muito, criando identidade”, concluiu David Luiz.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade