Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dilma Rousseff e Marcos lamentam a morte de Djalma Santos

São Paulo (SP)

A presidente Dilma Rousseff e o goleiro Marcos se manifestaram nesta quarta-feira para lamentar a morte do ex-jogador Djalma Santos, campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1958 e 1962, que faleceu na última terça-feira em decorrência de complicações causadas por uma pneumonia.

“O futebol está de luto. Bicampeão mundial, o lateral Djalma Santos deixa às gerações de amantes do esporte um exemplo de retidão. Nunca foi expulso, mesmo tendo de marcar os melhores jogadores da sua época”, diz um trecho da nota oficial publicada por Dilma.

“Djalma Santos um dos maiores da nossa história !!! Meus pêsames à família”, declarou o ex-goleiro Marcos em seu perfil no Facebook.

O ex-lateral direito estava internado desde 1º de julho no Hospital Hélio Angotti, em Uberaba (MG), por ter se sentido mal após assistir à vitória do Brasil sobre a Espanha, na final da Copa das Confederações, pela televisão.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Um dos maiores jogadores da história da Seleção Brasileira, Djalma Santos tinha 84 anos de idade
Djalma Santos conquistou dois torneios Rio-São Paulo na Portuguesa, mas onde realmente brilhou foi na ‘Academia’, como era conhecido o time do Palmeiras dos anos 60. Lá, ele conquistou duas Taças Brasil, um Torneio Roberto Gomes Pedrosa, um Rio São Paulo e três Campeonatos Paulistas.

Após deixar o Palmeiras, em 1968, ainda defendeu o Atlético-PR, onde ganhou seu último título, o Campeonato Paranaense de 1970.

Confira a íntegra da nota assinada pela presidente Dilma Rousseff:

O futebol está de luto. Bicampeão mundial, o lateral Djalma Santos deixa às gerações de amantes do esporte um exemplo de retidão. Nunca foi expulso, mesmo tendo de marcar os melhores jogadores da sua época.

Djalma Santos encantava em campo e fora dele. Eu o vi pela última vez em Uberaba, em maio, na abertura da Expozebu. Foi emocionante vê-lo na cerimônia abraçado a Pelé, exemplos de hoje e sempre.

À família e a amigos minha solidariedade nessa hora de dor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade