Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em duelo de opostos, Paysandu recebe o Figueirense para sair do Z-4

Belém (PA)

O Paysandu recebe o Figueirense nesta terça-feira, às 21h50, no estádio Curuzu em Belém, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. As duas equipes precisam da vitória por motivos diferentes: o Papão, 17º colocado após a derrota para o ABC por 3 a 0, quer sair da zona de rebaixamento e o Alvinegro, no 4º lugar, precisa do triunfo para se aproximar da liderança da competição.

Sem técnico após a demissão de Givanildo Oliveira, o time alviceleste será comandando pelo auxiliar Rogerinho Gameleira interinamente. O ex-jogador liderou a equipe bicolor em uma vitória por 2 a 0 sobre o Paraná Clube, no dia 4 de junho.

Para a partida contra o Figueirense, Rogerinho não poderá contar com alguns jogadores principais. Os zagueiros Jean e Fábio Sanches e o meio-campo Alex Gaibu estão suspensos. Os defensores receberam o terceiro cartão amarelo na última partida e o meia foi expulso.

Com isso, o técnico interino deverá mudar o sistema de jogo para o 4-4-2 e a defesa deverá ser formada por Diego Bispo e Raul. Para o lugar de Alex Gaibu, que vinha jogando como lateral esquerdo, Gameleira tem Janilson e Rodrigo Alvim.

Pelo lado do Figueirense, o treinador Adilson Batista, em trabalho com a comissão técnica e o departamento médico, está testando um rodízio na titularidade do time. Na última partida (vitória por 3 a 1 sobre o São Caetano), o artilheiro da equipe, Ricardo Bueno, foi um dos jogadores poupados. Apesar disso, o comandante do Figueira garantiu que ele estará presente no duelo contra o Paysandu. Além de Bueno, Wellington Saci e André Rocha também retornarão ao time.

“Conversei com todos da comissão para que mudássemos algumas peças em função do desgaste. Ele (Ricardo) é um jogador importante, que se entrega e fez belas partidas. Contra o São Caetano vimos que era para dar uma segurada, mas contra o Paysandu ele volta”, afirmou.

Apesar do adversário estar na zona de rebaixamento, Adilson Batista se preocupa com o desgaste físico e sabe que a partida não será fácil. “Alguns acham que ir para Belém não cansa. O jogo é na Curuzu, sei como é, campo apertado, 12 mil pessoas apoiando, gritando. Eles perderam para o ABC, então vai ser jogo de choque, bola aérea, vamos com os devidos cuidados”, destacou o técnico. Bicolores e Alvinegros se enfrentaram dez vezes. No total de confrontos, foram cinco vitórias do Paysandu, uma vitória do Figueirense e quatro empates.

FICHA TÉCNICA
PAYSANDU X FIGUEIRENSE

Local: Estádio Curuzu, em Belém (PA)
Data: 30 de julho de 2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Gean Carlos Menezes de Oliveira (RR)

PAYSANDU: Marcelo; Yago Pikachu, Diego Bispo, Raul e Rodrigo Alvim; Jean, Djalma, Ricardo Capanema e Eduardo Ramos; Careca e Iarley.
Técnico: Rogerinho Gameleira (interino)

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; William, Thiego, Bruno Pires e Welligton Saci; Nem, Maylson e André Rocha; Rodrigo, Ricardo Bueno e Rafael Costa.
Técnico: Adilson Batista

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade