Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Série C - ( - Atualizado )

Em jogo morno, Guarani e Barueri não saem do zero no Brinco de Ouro

Campinas (SP)

O clima era quente, mas o jogo foi morno. Em confronto em horário atípico, 10h da manhã, Guarani e Grêmio Barueri tiveram poucas chances de gol e ficaram no 0 a 0, em partida válida pela quarta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

Mais uma vez, o Bugre deixou em evidência seu fraco potencial ofensivo. Autor de apenas um gol em quatro jogos na competição, o time campineiro sofreu para criar oportunidades e levou pouco perigo ao gol de Márcio.

Com uma saída de bola ruim, o Guarani criou suas melhores jogadas a partir dos pés do lateral-direito Jefferson Feijão e de Ewerton Maradona, único jogador de criação do time.

Enquanto Maradona armava para o time da casa, o ataque dos visitantes era comandado por um velho conhecido da torcida bugrina: o veterano meia Harison, com passagens por Ponte Preta e pelo próprio Guarani. No lance mais perigoso do Barueri, o armador cobrou falta com categoria e quase surpreendeu Juliano.

Mais na marra do que na técnica, o Guarani ainda tentou ir para o intervalo com o placar a seu favor, mas as finalizações pararam nas mãos de Márcio.

Divulgação/Guarani Futebol Clube
Em jogo com poucas oportunidades, as melhores chances do Guarani pararam nas mãos do goleiro Márcio

No segundo tempo, o time da casa aumentou a intensidade do jogo. Postado de maneira mais ofensiva, o Bugre tentava com jogadas pelo alto. Em cobrança de escanteio, a bola tirou tinta da trava após cabeçada de Julio Cesar.

Buscando melhorar a efetividade do ataque, o técnico Tarcísio Pugliese decidiu mexer na equipe e apostou em Roninho e Léo Costa nas vagas de Careca e Laionel.

Mas o nome pedido pela torcida bugrina era outro: Fumagalli. E o comandante atendeu. O meia entrou no lugar do lateral Rodolfo Testoni, deixando o time ainda mais ofensivo.

Apesar da euforia dos cerca de 3,7 mil pagantes presentes no Brinco de Ouro, a entrada do ídolo também não surtiu efeito. Ainda apostando nas bolas alçadas por Jefferson Feijão, o ataque não teve melhores oportunidades e o jogo já se encaminhava para o final sem que nenhuma das equipes balançasse as redes.

Em contrataque nos acréscimos, o Barueri ainda ameaçou mexer no marcador, com chute colocado de Renatinho, mas Juliano apareceu com uma bela defesa para garantir a igualdade após os 90 minutos.

No fim, um resultado que não muda expressivamente a situação das equipes na competição. Após quatro rodadas, o Guarani chega ao quarto lugar do Grupo A, com sete pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Macaé, que ainda joga nesta rodada. Já o Grêmio Barueri permanece em sétimo, com cinco pontos, longe dos lanternas Duque de Caxias e Crac-GO.

Os times voltam a campo no próximo sábado, quando o Guarani visita o Macaé, às 16h, e o Barueri vai à Mogi Mirim enfrentar o Sapão, às 19h.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade