Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Em revés “injusto”, Flu não vê mérito gaúcho e culpa próprios erros

Macaé (RJ)

Logo na saída de campo, os jogadores do Fluminense adotaram um discurso único. Para os jogadores tricolores, o resultado deste sábado, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé, foi injusto. O Internacional aproveitou as falhas individuais do time mandante, abriu 3 a 1 na primeira etapa e conseguiu segurar a vitória na volta do intervalo. A postura colorada, no entanto, irritou a equipe das Laranjeiras.

“O Inter não fez nada para ganhar o jogo. Foram nos nossos erros que aconteceram os gols deles. Foi um time que não fez nada, mas aproveitou as chances que a gente deu”, analisou Carlinhos na saída de campo, ainda sem conseguir se conformar com a derrota por 3 a 2 no Campeonato Brasileiro.

Diante de um time muito qualificado, o Fluminense pagou pelos erros cometidos na primeira etapa, apesar de ter feito um bom segundo tempo. O atacante Rafael Sobis, que lutou muito no campo de ataque e comandou o time carioca na volta do intervalo, acredita que os poucos momentos ‘sonolentos’ foram suficientes para o revés.

“Pagamos pelos nossos próprios erros. Fizemos um bom jogo, fizemos dois gols, tivemos oportunidades, mas, muitas vezes, você dorme 15 ou 20 minutos e acaba perdendo o jogo todo”, exclamou o atacante. Sobis também não deixou de falar sobre a qualidade do Inter, alertando para o fato de que este tipo de jogo exige total atenção.

O treinador Abel Braga, visivelmente irritado com a derrota em Macaé, afirmou que não só o revés foi injusto, já que o empate também não seria o resultado mais acertado diante do que o Fluminense criou ao longo do jogo, principalmente na segunda etapa. O comandante tricolor não deixou de citar os erros defensivos e comparou com a campanha do ano passado.

“Se nós tivéssemos feito o gol de empate, eu diria a mesma coisa, que foi injusto. Estão fazendo gols de forma muito fácil e nós fomos a defesa menos vazada no ano passado”, pontuou Abel Braga, relembrando a campanha do Fluminense em 2012, quando o Tricolor das Laranjeiras conquistou o Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade