Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Facilidade em adaptação fez Bayern optar por Gotze em vez de Neymar

Munique (Alemanha)

Ao ser confirmado como o novo treinador do Bayern de Munique para a próxima temporada, Guardiola se reuniu com os dirigentes do clube e afirmou que apenas dois jogadores se encaixariam nas características ideais para sua filosofia de jogo: o alemão Mario Gotze e o brasileiro Neymar. A opção pelo jogador do Borussia Dortmund, no entanto, não teve relação com o desempenho dentro de campo, já que os dois teriam estilos bem parecidos.

Karl-Heinz Rummenigge, executivo-chefe do Bayern de Munique, explicou ao jornal alemão Bild como a decisão de ter Gotze no elenco da próxima temporada foi tomada. O mandatário revelou que o clube atual campeão da Europa tinha em mente apenas os dois jogadores, já que o custo não seria alto. O clima, a cultura e língua, porém, foram fatores decisivos.

“A eventual decisão foi feita durante uma reunião em Zurique, quando as condições de temperatura eram abismais. Eu disse a Pep para olhar para fora e ele me perguntou o motivo. Em seguida eu disse para ele imaginar um brasileiro deixando o seu país de origem com 30ºC para chegar aqui com a temperatura de -6ºC. Além disso, ele não fala a nossa língua e a cultura alemã não é nada calorosa como a atmosfera que os sul-americanos estão acostumados. Tudo isso seria bastante difícil para um jogador tão jovem”, esclareceu Rummenigge.

Com a decisão do clube alemão, Neymar passou a ser cogitado apenas no futebol espanhol e ficou entre Barcelona e Real Madrid. Antes da Copa das Confederações, o craque revelou sua decisão e aceitou a proposta do time catalão. O atacante brasileiro foi contratado por 20 milhões de euros (cerca de R$ 58 milhões).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade