Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Na estreia de Mano, Flamengo empata com líder Coritiba

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Na estreia oficial do técnico Mano Menezes, o Flamengo empatou com o Coritiba por 2 a 2, em partida disputada na noite deste sábado, no Estádio Mané Garrincha, no Distrito Federal. O time carioca chegou a abrir 2 a 0, mas permitiu a reação da equipe curitibana e ainda desperdiçou muitas chances para conquistar a vitória. Marcelo Moreno desperdiçou um pênalti, ainda na etapa inicial. O resultado fez o Flamengo chegar aos seis pontos ganhos e agora ocupa a 13ª posição, enquanto o Coritiba segue na liderança da série A do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Vasco, no clássico carioca. O Coritiba terá pela frente o Atlético Paranaense, no Couto Pereira.

A partida mostrou um Coritiba mais agressivo nos primeiros minutos e, logo aos quatro minutos, o time paranaense teve a chance de marcar, quando Júnior Urso subiu mais do que a zaga rubro-negra, após cobrança de escanteio, e acertou a trave de Felipe. O lance acordou o Flamengo que passou a se distribuir melhor em campo e marcou o primeiro gol, aos oito minutos. Gabriel chutou cruzado, a zaga não cortou, e a bola sobrou para Marcelo Moreno, inteiramente livre, tocar para o gol, apesar do esforço do goleiro Vanderlei.

Ao sofrer o gol, o Coxa mudou o estilo de jogo e passou a marcar a saída de bola da equipe carioca, enquanto o Flamengo se fechava completamente na defesa, deixando apenas Marcelo Moreno, isolado na frente.

Aos 16 minutos, Alex enfiou a bola para a penetração de Deivid, mas o atacante que entrou livre na área, se atrapalhou com a marcação de Wallace e acabou desperdiçando o lance.

Aos 25 minutos, a partida foi interrompida porque um torcedor jogou um copo no gramado. Ele foi identificado por outros torcedores e retirado da arquibancada pelo policiamento.

Arte GE.Net
Aos 30 minutos, Marcelo Moreno foi agarrado por Leandro Almeida dentro da área. O árbitro nada marcou, mas o assistente o alertou para a irregularidade e ele confirmou a penalidade. Marcelo Moreno bateu no centro do gol e Vanderlei defendeu com os pés, evitando o segundo gol da equipe carioca.

O Coritiba encontrava dificuldades para penetrar na bem fechada defesa rubro-negro e apelava para chutes de longa distância, como aconteceu aos 37 minutos, quando Júnior Urso bateu de fora da área e Felipe fez boa defesa.

Aos 40 minutos, o Flamengo criou mais uma chance para ampliar. João Paulo fez boa jogada individual e colocou no canto, mas Vanderlei se esticou e fez ótima defesa.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. E o Flamengo criou a primeira jogada de perigo, logo aos dois minutos, quando Marcelo Moreno foi lançado pela esquerda, se livrou da marcação e chutou. A bola desviou em Chico e saiu.

Um minuto depois, o Flamengo marcou o segundo gol. Após cobrança de escanteio, o volante paraguaio Cáceres se aproveitou da saída errada do goleiro Vanderlei e cabeceou para as redes.

O Coritiba partiu para tentar reduzir a vantagem rubro-negra e, aos sete minutos, após cobrança de escanteio, Chico subiu mais do que zaga e marcou para o Coxa.

O Flamengo se desorientou e aos 10 minutos, quase chegou ao empate. Alex levantou a bola para a área, Leandro Almeida subiu sem marcação e cabeceou com grande perigo.

O time paranaense subiu de produção e preocupado com Cáceres que havia recebido cartão amarelo,o técnico Mano Menezes decidiu substituir o volante paraguaio por Diego Silva.

E aos 15 minutos,o Coritiba marcou o gol de empate. Victor Ferraz fez ótima jogada pela direita e só rolou para Alex completar, sem chances de defesa para Felipe.

Aos 18 minutos, Val que tinha substituído Carlos Eduardo, experimentou de fora da área e Vanderlei fez ótima defesa. Depois de sofrer a reação do Coritiba, o Flamengo voltou a tomar conta da partida, buscando a marcação do terceiro gol. Aos 20 minutos, Marcelo Moreno escorou cruzamento de João Paulo, mas jogou nas mãos de Vanderlei. Aos 28, foi a vez de Gabriel desperdiçar uma boa chance, depois de uma hesitação do lateral Diogo que não conseguiu dominar a bola.

O time de Mano Menezes seguia com o controle da partida e pressionava em busca do gol de desempate, enquanto o Coritiba se preocupava apenas em segurar o empate.

Nos minutos finais, o time carioca aumentou a pressão em busca do terceiro gol, mas o Coritiba soube se fechar e garantir o empate.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade