Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ganso ouve de Autuori que talento não basta para estar no time

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Finalizado o treino desta sexta-feira, Paulo Autuori chamou Paulo Henrique Ganso para uma conversa reservada em um dos campos do CT da Barra Funda. O novo treinador do São Paulo vai dedicar atenção especial para que o meia passe definitivamente a render o que se espera dele.

"Ganso é talento. Talento tem que jogar. Agora, além de jogadores, todos eles precisam ser competidores. A qualidade técnica por si só não é suficiente. No futebol, aquele que é menos qualificado, se não estiver bem preparado não consegue superar aquele que tecnicamente é mais forte. A essência é a qualidade técnica, mas tem que somar a isso outras coisas", disse.

"O objetivo é que o Ganso possa jogar, porque é diferenciado, sem sombra de dúvida. Não tem feito bons jogos, ele mesmo reconhece isso, e tem que criar perguntas para si próprio", emendou o sucessor de Ney Franco – o técnico anterior deixou o clube na sexta-feira passada negando problemas com o camisa 8, mas na expectativa de que ele possa apresentar evolução.

Contratado em setembro passado, o ex-santista fez 35 jogos sem se firmar como titular por muito tempo. Chegou a demonstrar publicamente insatisfação por ser a substituição certeira - ou nem começar jogando - com Ney Franco. Com Autuori, segundo o próprio treinador, o diálogo teve outro tom. O jogador reconheceu não estar em alta e aceitou o desafio de recuperação.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Meia conversou em particular com o novo treinador ao término do trabalho desta sexta-feira, no CT da Barra Funda
"Ele é diferenciado. Jogando tudo que pode, é um privilégio ter um jogador como ele. Depende muito dele. Por isso tivemos uma conversa boa e tal. Estou otimista de que ele possa dar uma resposta rápida, assim como toda a equipe. É claro que as coisas têm que ser feitas com sustentação. Não adianta acontecer só uma ou duas vezes", comentou.

Outro atleta a receber atenção especial foi Juan. Perseguido por grande parte da torcida, o lateral esquerdo será titular no domingo, diante do Vitória, em Salvador, em razão da expulsão do argentino Clemente Rodríguez. Após uma conversa de cerca de cinco minutos, Autuori e ele apertaram as mãos. "Acho que esse corpo a corpo é importante", justificou o comandante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade