Futebol - ( - Atualizado )

Guerrero completa ano histórico no Timão e promete: "Não vou parar"

São Paulo (SP)

Paolo Guerrero foi apresentado pelo Corinthians em 16 de julho de 2012. Em um ano, o peruano conquistou a Fiel por jogar com a raça que ela tanto valoriza e marcou seu nome na história do clube, marcando os gols que lhe deram o título mundial da temporada passada.

O centroavante acrescentou neste ano o Campeonato Paulista à sua lista de conquistas em preto e branco e espera erguer mais um troféu na quarta-feira, o da Recopa Sul-americana. “Temos essa oportunidade e temos também chances no Brasileiro. Não vou parar”, prometeu.

Neste ano de Timão, Guerrero disputou 47 partidas e balançou a rede 21 vezes. Um desses gols, o cabeceio que derrubou o Chelsea no Japão, vai virar retrato em um dos muros do CT alvinegro, mais um motivo de orgulho para o atleta, capitão de Tite pela primeira vez no último final de semana.

“É uma experiência linda ser capitão de um clube tão grande como o Corinthians. É um orgulho para mim”, disse o peruano de 29 anos, que, como toda a equipe, busca recuperar a forma exibida na conquista do Mundial em dezembro, quando o time, nas palavras do camisa 9, “jogou para c...”.

Guerrero ainda quer mais, mas, no mínimo, pode olhar para trás e se orgulhar do que fez em tão pouco tempo na agremiação do Parque São Jorge. “Foi um ano grandioso. Todo o mundo sonha com um ano assim, ganhamos um Mundial e um Paulista. Sonhei muito e trabalhei muito para ter um ano assim.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade