Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Insatisfeitos com árbitro, santistas questionam lances contra Crac

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

A arbitragem de Leandro Júnior Hermes foi alvo de críticas do Santos. Os jogadores do clube alvinegro ficaram irritados com o desempenho do juiz no empate com o CRAC-GO, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, especialmente por conta de um lance já no final da partida, aos 47 minutos do segundo tempo, quando o lateral-esquerdo Léo teria sofrido um pênalti.

O camisa 3 disparou contra a arbitragem e, também, contra a postura dos goianos em campo. “É chato, eu acho chato falar a mesma coisa. Tentamos jogar contra um time que fica atrás, é difícil. Vamos lá (para Catalão-GO, no jogo de volta) para ganhar. Esperamos só que a CBF ou quem sabe Deus possa dar um jeito nesse árbitro“, afirmou Léo. “Jogamos contra a equipe adversária e o árbitro”, emendou.

O técnico interino, Claudinei Oliveira, também fez críticas ao árbitro, mas evitou ser tão contundente quanto o veterano ala santista. “Falei com a arbitragem no campo, mas se eu falar aqui, parece que estou querendo tirar o foco. Vocês têm a imagem e podem analisar melhor. O Leandrinho me falou, o Léo também reclamou de um lance. Ele errou, mas não sei o histórico dele e nem gosto de me prender a isso”, destacou.

Claudinei também reclamou do tempo de acréscimos mas, depois, minimizou o assunto. “Não vou tirar o foco. Achei que o jogo poderia ter tido mais acréscimos, mas isso, provavelmente, não mudaria nada. Se não fizemos mais um gol, durante os 90 minutos, não podemos reclamar. Deixa o árbitro para lá. A responsabilidade pelo empate é minha, pois fui eu quem escalou e substituiu. Espero que possamos ter mais sucesso nos próximos jogos”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade