Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

La Coruña pode sofrer rebaixamento administrativo na Espanha

Corunha (Espanha)

Clube tradicional do futebol espanhol, o Deportivo La Coruña poderá ser rebaixado mais uma vez. O elenco não está recebendo os salários e, por isto, ameaça não viajar para Portugal, onde o time faria a pré-temporada europeia a partir desta quarta-feira.

A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) pede que as agremiações esportivas honrem todos os seus compromissos com os jogadores. Caso contrário, há um “rebaixamento administrativo”. Recentemente, o meia Iniesta pagou quase R$ 700 mil para livrar o modesto Albacete da degola.

Na manhã desta segunda, os líderes do grupo se reuniram com a Associação dos Futebolistas Espanhóis (AFE) e afirmaram que não retirarão as acusações contra o clube. “Não queremos cobrar tudo agora. Só queremos garantias de que vão nos pagar 100%”, explicou o goleiro Dani Aranzubia.

Dirigente do Deportivo La Coruña, Francisco Prada explica que não é possível obter todo o dinheiro neste curto período de tempo. “Acho que os atletas também se preocupam com a continuidade do clube. Ainda há muitas alternativas”, garantiu Prada.

Uma destas saídas seria pedir mais verba aos patrocinadores locais – os bancos Novagalicia e Gallego e a própria Fazenda). Há uma negociação para desbloquear o dinheiro da conta do clube, pagando tudo o que é de mais imediato, como os vencimentos do plantel, por exemplo.

O Deportivo La Coruña, sediado na Galícia, ao noroeste da Espanha, tem um título do Campeonato Espanhol, dois da Copa do Rei e três da Supercopa. Na temporada 2003/2004, o time foi semifinalista da Liga dos Campeões da Europa, em que perdeu apenas para o Porto, o campeão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade