Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mais indisciplinado do time, Luis Fabiano não cumpre própria meta

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A expulsão na derrota de quarta-feira para o Bahia, no Morumbi, faz Luis Fabiano não ter como cumprir a meta particular de receber somente um cartão vermelho em toda a atual temporada. Afinal, o goleador já havia levado um depois do apito final da partida contra o Arsenal, na fase de grupos da Copa Libertadores.

No Campeonato Brasileiro, ele é artilheiro (três gols) e também o jogador mais indisciplinado do São Paulo, segundo dados do Footstats. São quatro cartões amarelos (um a mais do que os volantes Denilson e Wellington) e 19 faltas cometidas (mesmo número de Aloísio e nove a mais do que o lateral direito Douglas).

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Criticado, respondeu com sinal positivo e aplausos
Para ser expulso na quarta-feira, Luis Fabiano foi advertido primeiramente por derrubar um adversário na etapa inicial e, no retorno do intervalo, levar a mão esquerda à bola. O primeiro cartão, ele questionou com o fato de ter sido sua primeira falta no jogo. No segundo, porém, levantou os braços e apenas lamentou.

Parte da torcida, insatisfeita com ele desde o primeiro semestre - no qual pegou quatro jogos de gancho na Libertadores por ofender o árbitro da partida contra o Arsenal -, não o perdoou. Enquanto se dirigia ao vestiário, o camisa 9 ouviu os gritos de 'pipoqueiro' e, incomodado, respondeu com sinal positivo e aplausos em direção às arquibancadas.

"Ele tem esse temperamento porque quer vencer. Nosso time, infelizmente, não criou jogadas de gol para que ele pudesse finalizar. Sei como é porque joguei nessa posição também. Era mais ou menos parecido com ele", defendeu o coordenador Milton Cruz, mais uma vez treinador interino - o clube vai oficializar nesta quinta-feira a contratação de Paulo Autuori.

"O Luis é um grande profissional, uma pessoa que tem coração muito grande. Ele ficou no São Paulo - poderia ter saído - para conquistar títulos. Com a chegada do Paulo, a gente tem grandes chances de sair vencedor dessa Recopa (Sul-americana, contra o Corinthians). Acredito que, com o dedo do Paulo, que sabe trabalhar com jogadores desse tipo, o Luis vai render", concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade