Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mano pede mais qualidade ao time e cita pênalti perdido por Moreno

Brasília (DF)

Em sua primeira partida oficial, Mano Menezes viu uma vitória por 2 a 0 se transformar em um frustrante empate com o Coritiba. E passou a cobrar mais qualidade de seus jogadores nas finalizações, citando o pênalti que Marcelo Moreno desperdiçou quando o Flamengo estava com 1 a 0 a favor no placar.

“Perder uma penalidade máxima em um jogo sempre dói um pouco. É uma oportunidade de ouro”, lamentou, tratando, porém, de isentar o atacante que tinha aberto o placar antes de seu erro. “Não foi por isso que perdemos pontos, foi por todo um contexto. Vamos analisar com cabeça fria e propor as alterações para continuarmos melhorando.”

De “cabeça quente”, a análise passada pelo técnico ainda nos vestiários do estádio Mané Garrincha foi de que é necessário colocar nas redes as chances que aparecem. “O nosso pecado foi não aproveitar bem o contra-ataque quando tivemos condição. Na tomada de decisão, precisamos acabar as jogadas com qualidade”, apontou, citando uma falha de outro jogador de destaque de seu time.

Divulgação/Flamengo
Técnico apontou evolução em relação à vitória sobre o São Paulo, mas exige mais
“Colocamos o Val no lugar do Carlos Eduardo, dando mais oportunidade para o Elias, e funcionou bem. Faltou uma sustentação maior no meio-campo, mas jogamos com um tripé que nos deu condições muito boas. Em uma delas, o Elias teve uma condição clara e se atrapalhou na hora da conclusão”, apontou.

E finalizar certo não é a única exigência do treinador. “Precisamos controlar mais a posse de bola. Tivemos dificuldades nisso, para controlar o adversário. Demos muito campo para o Coritiba e nós posicionamos só para o contra-ataque. Isso não pode acontecer. Em determinados momentos, precisamos controlar o jogo.”

O Flamengo, ao menos, se mostrou melhor do que na vitória em amistoso contra o São Paulo, quando Mano Menezes estreou. Essa é a visão do próprio técnico. “Não foi o posicionamento ideal, mas não oscilamos tanto como foi contra o São Paulo. Estivemos mais estáveis”, enalteceu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade