Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Márcio Araújo será julgado com Kleina de novo e considera lamentável

William Correia São Paulo (SP)

Márcio Araújo e Gilson Kleina não estão garantidos no jogo deste sábado, contra o Figueirense. A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recorreu da punição dada a ambos na derrota para o Sport e os dois serão julgados novamente na manhã desta quinta-feira.

“É lamentável, mas aceito e acato. Tenho que ir lá me defender mais uma vez. Só espero ser absolvido”, comentou o meio-campista, mostrando conformismo com a situação e prometendo acompanhar pessoalmente o julgamento marcado para as 11 horas (de Brasília).

O jogo que gerou denúncia a ambos foi o 1 a 0 a favor do Sport, em 8 de junho, na Ilha do Retiro. O gol do time recifense nasceu de um escanteio marcado irregularmente e Nunes ainda dominou com o braço antes de colocar a bola no fundo das redes de Bruno. A partida ainda foi disputada em um campo cheio de poças.

Revoltado, Márcio Araújo foi expulso com o árbitro Wagner Reway registrando na súmula registrando que ele o xingou dizendo “seu safado, filho da p..., ladrão, vai tomar no c...”, além de se mostrar “extremamente exaltado e fazendo gestos agressivos”.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Volante será julgado de novo pela expulsão contra Sport e pode não enfrentar o Figueirense
Em relação a Kleina, o árbitro escreveu que ele, após o término da partida, “aproximou-se do trio de arbitragem fazendo gestos desrespeitosos e de dedo em riste dizia: você é um safado, tire a camisa e mostre a do Sport que está aí por baixo, você já veio premeditado”.

Julgados inicialmente por “ofensa à honra”, com gancho de quatro a seis jogos, Kleina só foi suspenso por uma partida e Márcio Araújo levou apenas uma advertência, embora tenha cumprido gancho automático por ter recebido o cartão vermelho – não enfrentou o América-RN, compromisso seguinte. Já o técnico não ficou no banco diante do Oeste.

Agora, ambos podem ser punidos e não terem condições de trabalhar no estádio Orlando Scarpelli, e em um confronto importante para o Verdão. Vice-líder da Série B do Brasileiro, o Palmeiras será ultrapassado pelo Figueirense, quarto colocado com dois pontos a menos, caso seja derrotado em Santa Catarina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade