Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( )

Messi cancela amistoso nos Estados Unidos e irrita patrocinadores

Los Angeles (Estados Unidos)

A El Padrino Spirits, empresa norte-americana de bebidas alcoólicas, é uma das patrocinadoras do amistoso de Lionel Messi, marcado para esta quarta-feira, em Los Angeles. O problema é que o argentino cancelou o jogo e irritou a diretoria da multinacional, que deverá ter prejuízo.

Diretor-executivo da empresa, Todd Graham não poupou críticas ao camisa 10 do Barcelona, que poderia não ter se recuperado de partida desta terça a tempo, através de um comunicado oficial. De acordo com ele, a decisão de Messi foi um desrespeito até com os Estados Unidos.

“Após horas tentando convencer a comissão técnica de Lionel Messi de cumprir o contrato e embarcar para Los Angeles, ficou claro que ela não tem respeito nenhum pelos torcedores e por esse mercado (País)”, revelou Graham, acompanhado por outra diretora da El Padrino Spirits.

AFP
Messi cancelou amistoso nos Estados Unidos e deixou patrocinador muito irritado (foto: Cris Bouroncle)
Segundo Ralina Shaw, este fato é inédito. “Em todos esses anos em que estive fazendo eventos ao vivo, nunca encontrei uma situação como essa; É lamentável, porque o único perdedor nesse cenário são os fãs que estavam querendo assistir ao jogo”, explicou.

Com informações do jornal estadunidense Los Angeles Times, os torcedores que já haviam comprado ingressos serão ressarcidos, mas precisarão contatar a vendedora de bilhetes. A expectativa era a de 50 mil pessoas no Los Angeles Memorial Coliseum.

Pela sua página oficial no Facebook, Messi se defendeu das críticas horas depois. “Estou decepcionado com a gestão da partida beneficente em Los Angeles. Eu realmente queria participar e desfrutar. Este projeto é feito por e para os fãs, e é por isso que estou muito decepcionado com a organização”.

Nesta terça, Messi esteve em Lima, no Peru, onde enfrentou o time de Neymar em amistoso. O encontro foi vencido pelos colegas do argentino por 8 a 5. Porém, mais uma polêmica aconteceu: Messi teria ficado bravo com os seguranças do estádio, que impediram sua família se assistir à partida.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade