Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Morre atacante da seleção do Equador aos 27 anos de idade, no Catar

Doha (Catar)

O atacante equatoriano Christian “Chucho” Benítez, do El Jaish, do Catar, morreu na madrugada de domingo para esta segunda-feira após sofrer uma parada cardiorrespiratória. A informação foi confirmada pelo clube árabe, que havia contratado o jogador do América, do México, há apenas três semanas.

De acordo com os primeiros relatos, Benítez, um dos grandes nomes da seleção do Equador, começou a sentir dores na região do abdômen e foi levado a um hospital. Lá, uma apendicite causou o problema médico no atleta de só 27 anos de idade deixou esposa e muitos fãs.

Através das redes sociais, torcedores do El Nacional, do Santos Laguna, do Birmingham City e do América, além dos da seleção equatoriana, prestaram homenagens a “Chucho”, como era apelidado, citando o seu estilo de jogo: “não era um craque, mas com certeza um grande jogador e grande homem”.

AFP
Christian Benítez morreu na madrugada deste domingo após uma parada cardiorrespiratória (foto: OMAR TORRES)
Benítez foi um dos principais nomes da última edição do Campeonato Mexicano, em que foi campeão e artilheiro da competição pelo América. Ele chegou a ser cobiçado pelo Tottenham nesta janela de transferências internacionais, mas acabou sendo seduzido pelo El Jaish.

De acordo com a imprensa equatoriana, o grande desafio de Benítez seria o de continuar jogando em alto nível para ter sequência no time nacional, praticamente formado para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Ele é convocado constantemente desde o ano de 2005.

O Birmingham, por onde Benítez teve boa passagem entre 2009 e 2010, afirmou que prestará homenagens ao jogador no jogo contra o Watford, marcado para este sábado. A Federação Equatoriana de Futebol (FEF) deverá se pronunciar sobre a morte de Benítez ainda nesta segunda.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade