Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( )

Na volta ao Maracanã, Abel espera ter sorte em detalhes do clássico

Rio de Janeiro (RJ)

Logo após a derrota para o Internacional neste sábado, por 3 a 2, em Macaé, os jogadores do Fluminense admitiram que os próprios erros individuais causaram mais um revés tricolor no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, porém, a postura precisa ser diferente, já que o Tricolor das Laranjeiras tem um clássico contra o Vasco pela frente.

A equipe de São Januário não faz uma boa temporada, foi goleada no último final de semana, faz outro clássico contra o Flamengo neste domingo, perdeu o treinador Paulo Autuori na última segunda-feira e. Dorival Júnior chegou à Colina com a missão de ‘arrumar a casa’ diante de um futuro incerto. A complicada situação do Vasco, no entanto, não é o suficiente para animar Abel Braga.

“Não tem favoritismo. É um clássico que será decidido no detalhe. E, no detalhe, nós não estamos levando muita sorte”, projetou o treinador do Fluminense. Abel Braga aproveitou a ocasião para citar as falhas individuais que custaram as duas últimas derrotas da equipe, mas preferiu minimizar a situação e chamar de “detalhes”.

O clássico contra o Vasco será no próximo domingo, dia 21 de julho, data em que o Tricolor das Laranjeiras completará 111 anos de fundação. Além da comemoração, o jogo também marca o retorno da equipe ao reformado Maracanã, que será a casa do Fluminense nos próximos 35 anos, já que a diretoria tricolor assinou um acordo com o consórcio responsável pelo estádio.

Na volta ao estádio, Abel Braga espera contar com um fator importante, que vem fazendo falta para os times cariocas na temporada: o torcedor. “Vamos voltar a uma casa antiga, remodelada, que a gente não joga há alguns anos e claro, contar com o apoio do torcedor, que foi muito importante hoje (sábado)”, afirmou o comandante, destacando o apoio dos 5.375 torcedores presentes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade