Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Não procurado pela direção, Ney Franco se diz tranquilo no clube

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Embora a diretoria de futebol do São Paulo tenha se reunido nesta quinta-feira para discutir o futuro de Ney Franco, o treinador não foi informado de nenhuma eventual decisão. Em conversa com a GE.net, ele se disse tranquilo para dar continuidade ao trabalho e dirigir o time no domingo, diante do Santos, no Morumbi.

"Não me falaram nada ainda. Não tenho ideia (se vão falar). A pressão da imprensa está grande, inclusive com algumas inverdades. Estou na minha e tranquilo, sem problema", disse, por telefone, nas últimas horas do dia.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Técnico se reapresentou normalmente nesta quinta
Ney Franco voltou a ser criticado na quarta-feira, ao longo da derrota para o Corinthians, na primeira final da Recopa Sul-americana. Na ocasião, parte da torcida no Morumbi pediu novamente o retorno do tricampeão Muricy Ramalho, que está desempregado desde que foi demitido do Santos.

Nesta quinta, o diretor Adalberto Baptista se encontrou com o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes. Ao deixar o CT da Barra Funda, diferentemente de oportunidades anteriores em que bancou o comandante até o fim do contrato, desta vez avisou que não iria conceder entrevista.

No único - rápido - contato com a reportagem, assim que chegou ao local, o dirigente desconversou sobre o assunto, dizendo que Ney Franco tinha treinado o time normalmente, e se dirigiu apressadamente à sua sala. De fato, o treinador esteve presente na reapresentação do elenco, ao lado do auxiliar Éder Bastos.

Anunciado pelo clube em 5 de julho de 2012, Ney Franco completa um ano de São Paulo justamente nesta sexta-feira, dia em que o elenco tem trabalho marcado para o período da tarde. O próximo compromisso será no domingo, frente ao Santos, pelo Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade