Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Oeste dá prioridade, mas Palmeiras já tem reposição para Fernandinho

William Correia São Paulo (SP)

Autor do último gol do Palmeiras antes da pausa na Série B do Brasileiro durante a Copa das Confederações, Fernandinho foi elogiado após sua atuação na vitória por 2 a 0 sobre o América-RN, em 11 de junho. Mas se vê cada vez mais distante de ficar no clube. Apesar da preferencia do Oeste de Itápolis, que detém seus direitos econômicos, pela sua permanência, o elenco de Gilson Kleina já tem reposição para o camisa 16, cujo empréstimo acaba no dia 31.

Contratado a pedido de Luiz Felipe Scolari como lateral esquerdo no ano passado, Fernandinho virou meia a pedido de Kleina neste ano, mas viu a diretoria trazer Mendieta e Felipe Menezes para o setor durante o período sem jogos. Mesmo na lateral esquerda, Victor Luiz, de 20 anos, acaba de voltar de empréstimo ao Porto.

O Oeste tem reunião marcada com o Verdão na próxima semana para definir o que fazer após o fim do empréstimo, no dia 31. O clube diz que, por enquanto, ainda nem ouviu outras equipes interessadas no jogador. “Queremos conversar com o Palmeiras e deixar a coisa andando com o Palmeiras. Vamos ver o que eles vão oferecer na semana que vem. Podemos até emprestá-lo de novo, dependendo da proposta”, disse à Gazeta Esportiva.net o vice-presidente de futebol do time de Itápolis, Mauro Guerra.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Jogador chegou como lateral e virou meia, mas perdeu espaço e seu contrato acaba no dia 31
Atrapalhado por uma cirurgia que sofreu no joelho em agosto, Fernandinho, que fez parte do elenco campeão da Copa do Brasil no ano passado, só voltou a atuar em 4 de junho, quando saiu do banco na vitória sobre o Avaí. Da mesma forma, enfrentou Sport e América-RN. Mas dificilmente renovará.

Felipe Menezes é a opção como armador que Kleina queria ter entre os reservas, enquanto Mendieta chega com a expectativa de ser titular em um setor que já conta com nomes como Valdivia e Wesley, além de Tiago Real. E o lateral esquerdo Victor Luiz voltou da segunda divisão portuguesa, onde atuou pelo Porto B com 16 jogos e um gol, chegou credenciado a ser uma ‘sombra’ para Juninho.

“É uma disputa saudável. Quem estiver melhor, vai jogar. E quero estar logo à disposição do professor Gilson”, disse o jogador de 20 anos, formado nas categorias de base do Palmeiras. “É ótimo voltar para casa e ser integrado ao elenco profissional. Quero ajudar o clube a subir para onde nunca deveria ter saído: a elite do futebol”, prosseguiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade