Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Oscar comemora descanso depois de cumprir a sua última missão

Helder Júnior, enviado especial Rio de Janeiro (SP)

O meia Oscar era o jogador mais desgastado da Seleção Brasileira, de acordo com o técnico Luiz Felipe Scolari. Nem por isso ele foi preservado durante a Copa das Confederações. O esforço do jogador após uma exaustiva temporada pelo britânico Chelsea, com recorrentes convocações para defender o País, foi recompensado na vitória por 3 a 0 sobre a Espanha, na final deste domingo.

“Foi complicado, sim, mas deu tudo certo. Agora é descansar”, sorriu Oscar, satisfeito com a folga que terá antes da pré-temporada europeia – mas muito mais feliz pelo título conquistado com a Seleção Brasileira.

“Jogamos contra a melhor seleção do mundo e fomos muito bem. Sabíamos que eles eram fortes, mas confiávamos no nosso trabalho. Esse título vai ajudar essa geração nova a seguir em frente, sempre dando o máximo”, discursou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Apesar do acentuado desgaste físico, Oscar se entregou em campo mais uma vez na decisão
Quando se reapresentar ao Chelsea após o merecido descanso, Oscar reencontrará alguns dos seus oponentes deste domingo. O atacante Fernando Torres, o meia Juan Mata e o defensor Cesar Azpilicueta também atuam no time inglês.

“Somos todos amigos no Chelsea. Eles me deram parabéns pelo título da Seleção Brasileira quando o jogo acabou”, contou Oscar, já sem ligar para qualquer sinal de cansaço.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade