Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( )

Paulinho nega oferta do Real Madrid: “Muitas especulações”

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Contratado pelo Tottenham Hotspur, da Inglaterra, por 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 58,3 milhões), o volante Paulinho foi especulado em diversas equipes antes do futebol europeu antes de ser vendido pelo Corinthians ao clube britânico. Apesar dos rumores sobre transferência para Real Madrid, Chelsea, Paris Saint-Germain e Monaco, o meio-campista afirmou que apenas a agremiação de Londres formalizou oferta nesta janela de transferências.

“Os outros clubes não vieram. A única proposta que veio foi da Internazionale anteriormente. Agora, não tivemos nenhuma outra, muitas especulações não foram concretizadas. E, as coisas são simples: enquanto não há nada concreto, não há o que falar. O Tottenham mandou a oferta, sentei, analisei e resolvi. Tomei uma grande decisão e terei um novo desafio na carreira. Em um certo momento, isso é necessário”, explicou.

Em grande fase na Seleção Brasileira, o volante passou a ser especulado em negociações com clubes da Europa. O desempenho na Copa das Confederações, onde foi eleito terceiro melhor jogador do torneio, intensificou os rumores. O Real Madrid, buscando atender pedido do treinador Carlo Ancelotti, seria o principal interessado em evitar a transferência do meio-campista para o Tottenham.

Peça fundamental no esquema tático do time alvinegro, Paulinho já foi sondado para deixar o clube nas últimas duas janelas de transferências. A Internazionale foi quem mais se aproximou de acertar a contratação do meio-campista, mas o camisa 8 optou permanecer na equipe paulista. Agora, deixa o Corinthians com 34 marcados em 167 jogos e quatro títulos: Campeonato Brasileiro (2011), Copa Libertadores da América (2012), Mundial de Clubes (2012) e Paulista (2013).

“A vida é dessa forma. Temos que tomar decisões e, sempre que surgiram propostas, falei que seria o primeiro a anunciar nossa decisão. Achei que esse era o momento de sair, tentar um novo desafio. Quando recusei ofertas, foi porque achei que não era o momento certo. Sempre foi dessa forma”, encerrou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade