Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Por baixo público contra Lusa, presidente do Goiás adia mudança

Goiânia (GO)

No último domingo, o Goiás venceu a Portuguesa por 2 a 1, jogando diante de um fraco público de 4.853 pagantes no Serra Dourada. Os números desagradaram o presidente esmeraldino, que voltou atrás em uma decisão que havia tomado sobre a divisão dos lugares nos jogos no estádio em Goiânia.

João Bosco Luz cancelou a medida que aumentava a parte a ser ocupada pelo torcedor mandante. Ele demonstrou a insatisfação com o que viu no domingo em seu Twitter.

“Diante da presença mínima de torcedores no Estádio Serra Dourada, o Goiás não reduzirá o espaço destinado ao adversário. A partir do momento que houver resposta com a presença da torcida, voltaremos a discutir o caso”, declarou.

Outro que reclamou da baixa presença do público foi o atacante Walter. Responsável pelos dois passes que deram origem aos gols de Renan Oliveira na vitória sobre o time paulista, o jogador lembrou da importância do torcedor.

“Não adianta só vir com Flamengo, Corinthians e lotar o estádio, tem que lotar sempre os jogos. Nosso time precisa dessa torcida e a gente viu isso contra o Joinville, no último jogo da Série B, viu também contra o Corinthians. Não adianta só contra time grande lotar o estádio”, emendou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade