Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Por indisciplina, Lúcio nem viaja para excursão são-paulina

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Além de ter sido cortado do clássico deste domingo, contra o Corinthians, Lúcio está fora da excursão do São Paulo por Europa e Ásia, que começa nesta segunda-feira. O zagueiro foi afastado por indisciplina, não faz mais parte dos planos da comissão técnica e, ao que tudo indica, será negociado.

Cobrado na quinta-feira por Paulo Autuori por ter desrespeitado orientação de não subir ao ataque no duelo com o Internacional - atitude que resultou no gol colorado e consequentemente em nova derrota da equipe -, o jogador retrucou e foi imediatamente colocado para treinar separadamente.

"Nosso treinador nos solicitou que o afastássemos desse jogo e da viagem. Por enquanto é isso. O treinador nos colocou que havia uma dificuldade disciplinar, então a diretoria foi acionada", disse o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, que acumula a função de diretor de futebol interinamente.

Não é a primeira vez em pouco mais de um semestre de clube que Lúcio causa problema. Não bastassem as falhas técnicas e bolas perdidas nas tentativas de subida ao campo de ataque, o defensor já havia tido atrito público com o treinador anterior, Ney Franco, ao reclamar de substituição na Libertadores.

Sua provável saída desfalca ainda mais a defesa, que recentemente perdeu Rhodolfo, emprestado para o Grêmio. Atualmente, o setor conta basicamente com Rafael Toloi, Paulo Miranda, Edson Silva e Lucão.

"Não diria que é a prioridade, mas, sem dúvida, estamos olhando com muito cuidado para essa posição. Mas não só para essa posição", falou Jesus Lopes, que ainda não confirma a saída definitiva de Lúcio. "Por enquanto, não tem nenhuma decisão a esse respeito".

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade