Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Porto não encontra compradores e Kleber pode permanecer no Verdão

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Visto apenas circulando pela Academia de Futebol na última semana, o centroavante Kleber pode ter seu futuro definido nos próximos dias. Após não encontrarem compradores para o camisa 9, os dirigentes do Porto voltaram a conversar com a diretoria do Palmeiras e, atendendo a pedidos do técnico Gilson Kleina e do próprio jogador, podem renovar o empréstimo do atacante.

“Não é só o Kleina, o Kleber quer ficar no Palmeiras também”, garantiu o empresário Carlos Neto à GazetaEsportiva.net. “As diretorias estão conversando, mas o Porto não quer emprestá-lo para outro clube, quer vendê-lo em definitivo. O Kleber não quer ir para outra equipe do Brasil. Alguns times têm buscado a contratação, mas ele quer ficar no Palmeiras”.

Contratado para substituir o argentino Hernán Barcos, Kleber não agradou à torcida por lances emblemáticos no primeiro semestre. Na Libertadores, perdeu gol claro contra o Tigre na Argentina e admitiu ter sido displicente. Mais tarde, nas quartas de final do Campeonato Paulista, fez gol de cabeça, levou a decisão para os pênaltis, mas desperdiçou uma das cobranças que eliminaram o Verdão.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Kleber tem total confiança de Kleina caso consiga permanecer no Verdão após primeiro semestre frustrante
O segundo gol do centroavante saiu já na Série B do Campeonato Brasileiro, na vitória por 3 a 0 sobre o ASA, em Arapiraca. No total, foram apenas 11 partidas com a camisa alviverde e quatro períodos de recuperação de lesão em somente cinco meses de clube. Apesar dos números abaixo do esperado e da recente contratação de Alan Kardec, o atacante tem o aval de Gilson Kleina para ficar no Verdão.

“Não fui voto vencido (pela diretoria), mas somos sensatos e coerentes nas reuniões. O contrato acabou e a diretoria está em negociação com a equipe que detém os direitos do atleta. Não desistimos de nenhum jogador, mas, se não continuar no Palmeiras, que possa trilhar um caminho em outra agremiação”, afirmou o técnico.

Outra saída que era dada como certa, mas que pode tomar outros rumos é a de Maikon Leite. O atacante viajou para fazer exames no Umm-Salal Sports, do Catar, e chegou a se despedir dos colegas, mas o negócio não foi concretizado. Nesta quinta-feira, por exemplo, o ex-santista compareceu à Academia de Futebol e ficou ao lado de Kleina acompanhando a movimentação dos jogadores em treino leve, mesmo estando fora dos planos do treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade