Futebol/Brasileiro Série A - ( )

Renato minimiza expulsão de Biteco, mas condena Vargas: “É experiente"

Porto Alegre (RS)

As duas expulsões do Grêmio na derrota por 2 a 1 no último sábado, diante do Criciúma, em Santa Catarina, não sairão tão cedo da cabeça de Renato Gaúcho. Derrotado pela primeira vez após sua volta ao Tricolor, o técnico criticou Matheus Biteco e Vargas, que receberam os cartões vermelhos. Apear disso, se mostrou mais insatisfeito com o chileno, que, diferente de Biteco, não teve sua expulsão minimzada.

O que mais irritou Renato, de acordo com suas declarações após o jogo, foi a “infantilidade” dos lances. O volante, expulso aos 22 do primeiro tempo, tentou acertar um tapa em um jogador adversário após disputa de bola. O atacante, por sua vez, chutou Elton com o jogo paralisado.

Para o treinador, a falha de Vargas foi mais grave. “O garoto (Biteco) errou? Errou. Agora não pode o Vargas, um jogador experiente, de seleção, tomar uma atitude daquela, até porque o jogo estava empatado e nós, com um a menos. Enfim, os dois prejudicaram e vamos pensar na situação deles na próxima semana”, afirmou o herói do Mundial de 1983.

Divulgação/Grêmio
Eduardo Vargas foi expulso quando o Grêmio empatava com um jogador a menos

Questionado se haverá alguma punição aos dois atletas, Renato Gaúcho preferiu não entrar em polêmicas. “Os dois erraram e isso é uma conversa que eu vou ter com eles na semana que vem. Não adiante a gente vir aqui, de cabeça quente, apesar de eu estar bem tranquilo, e querer tomar alguma decisão”, disse.

Apesar de se mostrar insatisfeito com a atitude dos dois atletas, que custaram ao Grêmio um melhor resultado no Heribierto Hülse, o treinador elogiou Matheus Biteco e, principalmente, o time gaúcho, que mesmo com nove jogadores em campo, teve chances para arrancar um empate.

“O garoto estava bem no jogo, não vamos também crucificá-lo por causa da expulsão. Foi muito inocente na jogada, vamos conversar com ele, vai ter a punição dele”, disse. “Não adiante a gente falar de A, B ou C, o importante é que a minha equipe foi valente e teve algumas chances no fim do jogo. Eu volto a dar parabéns ao meu time pela luta que mostrou”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade