Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Reverenciado pela Europa, Djalma Santos será enterrado nesta tarde

Uberaba (MG)

Os brasileiros poderão se despedir de Djalma Santos, morto na última noite após sofrer uma parada cardiorrespiratória, na tarde desta quarta-feira. O bicampeão mundial pela Seleção Brasileira está sendo velado desde esta madrugada, sendo que o seu enterro será às 16 horas (de Brasília).

A Prefeitura da cidade de Uberaba (MG) anunciou luto oficial de três dias. Natural de São Paulo (SP), Djalma Santos, com passagens marcantes por Portuguesa, Palmeiras e Atlético-PR, escolheu o interior de Minas Gerais – lá, tornou-se funcionário da Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo.

Ele vinha tratando uma grave pneumonia há 22 dias, no Hospital Dr. Hélio Angotti. O corpo de Djalma Santos seguirá em cortejo fúnebre do Salão Nobre da Câmara Municipal de Uberaba até o Cemitério São João Batista, durante meia hora, a partir das 15h30.

Reverência internacional: e não foi só o Brasil que lamentou a morte de um dos maiores jogadores de todos os tempos. A imprensa europeia também prestou a sua última homenagem ao brasileiro nas edições desta quarta, destacando-se os grandes jornais de Portugal, Espanha, Itália e Alemanha.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Torcedores poderão se despedir de Djalma Santos a partir das 15h30 desta quarta, em Uberaba
O A Bola, por exemplo, exaltou a “inovação” de Djalma Santos na lateral-direita, lembrando também o jogo que fez contra a seleção portuguesa na Copa do Mundo de 1966 (Brasil perdeu por 3 a 1). Já o Mundo Deportivo fez questão de destacar o seu “bom porte físico”, essencial durante o ataque do time.

Enquanto isto, a Gazzetta dello Sport garante que ele foi um dos protagonistas dos Mundias de 1954 até 1966. O Bild, por sua vez, dá a seguinte manchete: “Brasil chora Djalma Santos”, afirmando que o País “perdeu um dos seus grandes heróis de um passado glorioso”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade