Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Rodrigo Caetano nega a saída de Abel Braga do Fluminense

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense não atravessa boa fase no Campeonato Brasileiro e vem de duas derrotas consecutivas, o que está tornando tenso o ambiente nas Laranjeiras. Além disso, o clube foi sacudido neste final de semana por notícias que indicavam a saída do técnico Abel Braga. De acordo com o jornal The National, o treinador teria recebido proposta do Al Ain, dos Emirados Árabes. Abel tem muito prestígio no futebol árabe. Ele trabalhou de 2008 a 2011 no Al Jazira e conquistou a Copa do Presidente dos Emirados Árabes, além do título nacional, na temporada 2010-11.

Para Rodrigo Caetano, diretor executivo do clube das Laranjeiras, a informação não é verdadeira. Ele acredita que se tivesse recebido alguma proposta para se transferir, Abel Braga já teria comunicado à diretoria, porque isso faz parte do comportamento do treinador.

"O Abel é um cara correto. E não tomaria decisões sem comunicar ao clube. Então para o Fluminense não existe nada de verdade nesta notícia". Caetano também desmentiu a transferência do atacante Samuel para o Espanyol, de Barcelona, como chegou a ser noticiado por um jornal catalão.

O treinador tricolor desmentiu a informação e disse que sua preocupação é ajustar o time para o clássico deste domingo, diante do Vasco, na partida que vai marcar a reabertura do Maracanã e o ínicio da parceria entre o Tricolor e o consórcio que administra o estádio.

Bruno Haddad/Fluminense F. C.
Atual campeão, Fluminense, de Abel Braga (foto), ocupa apenas a 10ª colocação no Campeonato Brasileiro
O zagueiro Digão, que não esteve numa jornada feliz diante do Internacional, pode perder a posição para Leandro Euzébio, titular da posição nos últimos anos. Abel isentou o zagueiro de culpa pela derrota, mas admitiu que pode fazer mudanças no setor.

O meia Deco, que tem entrado no decorrer das partidas, também pode ganhar uma oportunidade de começar jogando, situação que ainda não ocorreu depois que ele foi absolvido da acusação de doping. Se Deco entrar na equipe, Wagner, que caiu de rendimento nas últimas partidas, é o mais cotado para deixar o time.

Salários atrasados - A diretoria do Fluminense ainda não conseguiu pagar o salário de junho aos jogadores. A maioria recebe a maior parte dos vencimentos direto da patrocinadora, mas a parte que cabe ao clube tricolor ainda está em aberto. A diretoria não estabeleceu prazo para a quitação do débito, mas garantiu que os funcionários que ganham menos já estão com os salários em dia. A penhora sobre as cotas de televisão é a grande responsável pela difícil situação financeira do clube, que ainda enfrenta problemas para receber os valores provenientes da venda de jogadores, também penhorados pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. Os dirigentes estão tentando, por exemplo, liberar em Brasília os recursos provenientes da negociação do atacante Wellington Nem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade