Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Técnico do Olimpia vê vitória justa e time com "mais tranquilidade"

Assunção (Paraguai)

O volante Wilson Pittoni, ex-Figueirense, marcou o segundo gol do Olimpia sobre o Atlético-MG e deu ao time paraguaio uma boa vantagem para a segunda final da Libertadores. Para o técnico Éver Hugo Almeida, este tento coroou a grande atuação dos seus comandados no Defensores Del Chaco.

Em coletiva de imprensa após a vitória, o treinador afirmou que o peso da camisa do tricampeão continental foi o que menos importou. “Acho que o Olimpia fez valer o futebol, e não o peso da camisa. Tivemos mais tranquilidade e mantivemos a média de dois gols marcados”, comemorou.

AFP
Técnico do Olimpia acha que peso da camisa não influenciou nesta quarta (foto: PABLO PORCIUNCULA)
Elogiando também o adversário da noite desta quarta-feira, o comandante franjeado admitiu que está próximo do título. “2 a 0 é um resultado importante no futebol. Ganhar já era importante, mas por dois foi muito mais. Não é um resultado definitivo, mas é um bom resultado”, comentou.

Almeida ainda aproveitou para agradecer à torcida, que lotou o estádio e, antes de a bola rolar, exaltou os 110 anos do clube através de um lindo mosaico nas arquibancadas. “O triunfo foi para eles (torcedores). Eles têm motivos para celebrar, porque ganhamos um jogo importante”, finalizou.

No entanto, os paraguaios sabem que terão mais um grande oponente pela frente se quiserem o tetracampeonato: o Mineirão, no próximo dia 24. Na decisão da competição continental, os gols marcados fora de casa não contam como critério de desempate – 3 a 1 para o Galo levará a disputa aos pênaltis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade